quinta-feira, 23 de março de 2017

FRASES DE FILIPE LEVI 10

"A Síndrome de Adão é quando as pessoas costumam jogar a culpa nos outros e em seres inanimados para não ter que assumir a própria responsabilidade. Como, por exemplo, os desarmamentistas que jogam a culpa nas armas, os "ex-satanistas" que jogam a culpa nas artes marciais, os religiosos tapados que jogam a culpa em animes e videogames, os bandidos e psicopatas que jogam a culpa no Diabo ou na sua psicose ou situação social, o fornicário e o adúltero que jogam a culpa nos seus órgãos genitais, o bêbado que joga a culpa na cachaça, o drogado que joga a culpa nas drogas, e o religioso fanático que sempre joga a culpa no Diabo ou nos "pecadores". Essa é a Síndrome de Adão, a mania de sempre jogar a culpa nas outras pessoas ou em seres inanimados, porque não se tem coragem e nem dignidade para assumir os próprios erros e arcar com a própria responsabilidade". (Filipe Levi)


"Satanás, o Diabo, costuma usar o artifício de desviar o foco para enganar as pessoas. Como, por exemplo, Satanás têm destruído casamentos e famílias, ceifando vidas de jovens e de crianças, e os evangélicos ainda estão preocupados com o Pokémon e o Rei Leão. A violência aumenta assustadoramente no Brasil, e o governo, a mídia, a imprensa e as Organizações Não Governamentais desarmamentistas pregam que o Estatuto do Desarmamento resolverá todos os problemas do Brasil, sendo que o problema da criminalidade é muito mais sério do que se cidadãos de bem podem portar armas ou não, porque os bandidos continuarão armados praticando os seus crimes. O escândalo dos frigoríficos distraiu o povo para que os políticos (que são tão bonzinhos e que se preocupam tanto com o povo) aprovassem coisas para prejudicar a população (como eles sempre fazem, é claro). A Dilma e o Lula caíram faz tempo, e a mídia e a imprensa continuam falando neles, como se a extrema direita do Brasil não ameaçasse o país também (tenho nojo de esquerdista tapado, mas também não suporto a extrema direita). Isso se chama desviar o foco, para que os tolos fiquem distraídos com coisas fúteis e mesquinhas (que realmente não representam ameaça alguma) para que os bandidos, os corruptos, e Satanás e seus anjos deitem e rolem rindo da cara desses otários. Com o desviamento do foco, o mal prevalece". (Filipe Levi)

FRASES DE FILIPE LEVI 9

"Muitos evangélicos sofrem da famosa "Síndrome de Lúcifer". Eles são soberbos, arrogantes, mentirosos, caluniadores, difamadores, semeadores de contendas, se fazem de "anjos de luz" dentro da Igreja, e ainda querem ocupar o lugar de Deus. Esses são os malditos fariseus! Raça de víboras e filhos do Diabo! Serpentes venenosas que espalham o seu veneno pelas igrejas. Cães e porcos que só pensam em puxar o tapete do próximo em Nome de Deus. Eles oprimem os fracos e indefesos em Nome de Deus, e estufam o peito arrotando santidade. Se acham superiores e melhores do que os outros. Esses crentes pisam e humilham pessoas inocentes que não têm como se defender deles. Eles usam o nome de Deus para extorquir e explorar e ainda posam de santos nas igrejas. No domingo na Igreja são santos, mas durante a semana fora da Igreja são uns verdadeiros animais. Se esquecem de Deus com uma facilidade que é incrível! Só se lembram de Deus quando é para usar o seu Santo Nome para oprimir os outros, botando o dedo na cara das pessoas para acusá-las muitas vezes de coisas que elas não são e nem sequer fizeram. Eles são corruptos e traiçoeiros. São opressores e extremamente covardes. Só são valentes para oprimir os mais fracos e só respeitam a força que é maior do que a deles. Esses são os malditos religiosos tapados e legalistas que têm todas as características do Diabo, e nenhuma de Jesus. Cristo está mais próximo das prostitutas que sabem que são pecadoras do que desses religiosos que pensam que são santos. Esses são os evangélicos que sofrem da Síndrome de Lúcifer". (Filipe Levi)

"Existem duas construções ideológicas construídas por Satanás que tem dominado as igrejas evangélicas (principalmente, as pentecostais e neo pentecostais). As construções ideológicas do "Não julgueis" e a do "Não toqueis no ungido do Senhor". Qualquer pessoa que tenha um pouco de interesse em estudar a Bíblia seriamente (e que não seja desprovida de inteligência), perceberá que esses dois ensinamentos são diabólicos, satânicos, demoníacos e luciferianos, porque não tem base bíblica nenhuma. Interessante é que o próprio Jesus Cristo, os profetas e os apóstolos julgavam. Mas, aí, as bestas dos evangélicos afirmam que Jesus podia, porque Ele era Jesus. Interessante é que eu posso seguir Jesus em tudo e tenho que ser igual a Jesus, menos nisso. E os profetas e os apóstolos? Eram só eles que podiam também? Os Pais da Igreja e os Reformadores podiam também, e, só nós, cristãos da atualidade, é que não podemos? Eles pegam essa frase de Jesus fora de contexto (não se dão nem ao trabalho de pegar o versículo inteiro para deturpar o que Jesus ensinou) para pregar essa asneira do "Não julgueis" para poderem legitimar a impunidade e a omissão diante da opressão. Sobre a heresia diabólica do "Não toqueis no ungido do Senhor", eles usam versículos fora de seu verdadeiro contexto e o único exemplo de personagem bíblico que eles usam para defender essa asneira é o rei Saul (que grande exemplo!). Um cara que consultou os mortos, que assassinou profetas de Deus, que vivia desrespeitando a Deus e aos seus Mandamentos constantemente e que ainda se suicidou no final. Por favor, vão ler a Bíblia e estudar Teologia, seus tolos". (Filipe Levi)


quarta-feira, 22 de março de 2017

SOBRE O MEU AUTISMO

Eu sempre me isolei durante a minha infância e adolescência, mas a minha igreja me ajudou muito na minha socialização. Os meus amigos de infância (todos homens) sempre foram leais a mim. Sempre tive dificuldade na escola (apesar de ter a inteligência acima da média e do normal). Sou muito bom na área de humanas, mas péssimo na área de exatas. Por ser um asperger, sou obcecado por alguns temas (Bíblia, História da Igreja, armas, artes marciais, animes, videogames, e a luta entre o bem e o mal, ou seja, os heróis e os bandidos). Eu sempre sonhei em ser um herói, apesar de não ser um bom guerreiro. Sou diagnosticado com tendência suicida e ansiedade e depressão crônicas. Tenho TEA (Transtorno do Espectro Autista). Já fui diagnosticado (diagnósticos errados) como psicopata, esquizofrênico, bipolar e borderline (antes de saber que eu era autista, o borderline era o mais aceito pelos médicos). Não queria ter nascido e nem existir, mas eu nasci e existo. Trato a morte, o Inferno e o Diabo com muita naturalidade. Não tenho medo de morrer e não busco a Deus por medo do Inferno, e sempre quis conhecer o Diabo para poder enfrentá-lo. Eu sou obcecado pela luta entre o bem e o mal, ou seja, eu sou extremamente maniqueísta. O meu maior tema de obsessão é a Bíblia, a Palavra de Deus. Eu sou formado em História, isto é, eu sou historiador e professor de História. Sou formado na segurança privada e em TI (Tecnologia da Informação). E me considero um teólogo autodidata. Tenho pesadelos com a escola até hoje. Eu prefiro sonhar com o Diabo e com bandidos e monstros do que com o colégio. Sempre tenho pesadelos com provas de matemática ou com as garotas me rejeitando. A escola realmente me traumatizou. O colégio foi a pior experiência que eu tive na minha vida (sem contar com a rejeição das garotas e com a perseguição religiosa por parte dos crentes safados). Eu sempre quis saber usar armas e saber lutar artes marciais para poder proteger os indefesos e nunca para subjugá-los. Eu sempre quis combater o mal e fazer o bem sem esperar nada em troca. Eu quero fazer o certo por ser o certo a se fazer. Eu evito fazer o errado não por medo de uma punição, mas eu evito fazer o mal por uma questão de consciência. Eu não faço o certo esperando uma recompensa em troca, mas faço o certo porque acredito que é o certo a se fazer. Infelizmente, os religiosos são incapazes de compreender isso. Não tenho amor pela vida e não faço questão nenhuma de continuar vivo, mas já que estou vivo, quero viver para fazer a diferença. Espero ter ajudado.


segunda-feira, 20 de março de 2017

FRASES DE FILIPE LEVI 8

"Durante séculos, Satanás construiu algumas construções ideológicas para oprimir a Igreja de Cristo e desviá-la do verdadeiro foco dos verdadeiros ensinamentos bíblicos. O Pacifismo foi à primeira construção ideológica criada por Satanás, para poder pregar a omissão diante do mal. Mesmo, com os apóstolos Pedro e Paulo terem ensinado claramente nas Escrituras que a função das autoridades governamentais é castigar os malfeitores e louvar os homens bons. Mesmo, com João Batista tendo batizado alguns soldados e lhes terem incentivado a permanecerem em sua profissão. Mesmo, com Pais da Igreja como Ireneu de Lyon, Clemente de Alexandria e Eusébio de Cesaréia terem defendido a guerra justa e o serviço militar abertamente. Mesmo, com os Pais Apostólicos, Clemente de Roma e Policarpo de Esmirna terem reconhecido que as autoridades governamentais são legítimas e necessárias para a ordem estabelecida por Deus. A Igreja Cristã desde o Cristianismo Primitivo continua satanizando o Estado e pregando o ensinamento diabólico do Pacifismo. A anti-sexualização dos cristãos também é um ensinamento satânico, porque a Bíblia, tanto no Livro de Cantares, quanto no Livro de Provérbios, deixa bem claro, que a sexualidade e o sexo são de Deus. Essas são construções ideológicas que devem ser quebradas em Nome de Jesus, porque Deus nunca ensinou esses ensinamentos demoníacos sem embasamento bíblico nenhum". (Filipe Levi)

"Às vezes para se chegar à paz, é preciso passar pela guerra; e desistir de lutar não impedirá os malfeitores de praticarem as suas maldades.
A impunidade gera a violência, porque se os bandidos souberem que ficarão impunes de seus crimes, eles se sentirão mais a vontade para continuarem a praticá-los.
Os seres humanos são homicidas por natureza, pois desde o princípio dos tempos, os homens derramam o seu próprio sangue. A humanidade procura a sua própria destruição e ainda chamam isso de civilização.
Os pacifistas podem querer a paz, mas os bandidos não a querem; e se omitir diante da maldade não acabará com a violência, porque os malfeitores continuarão propagando o mal.
Se alguma mulher estiver sendo violentada na minha frente, tenho a obrigação de defendê-la; e se alguma criança estiver sendo espancada na minha frente, tenho a obrigação de protegê-la. 
A própria Palavra de Deus nos ensina que não devemos nos omitir perante o mal, porque é nossa obrigação ajudar as pessoas quando elas precisam. Se eu posso defender um inocente de um malfeitor, eu devo fazer isso, senão, eu estarei pecando. Esse papo furado do Diabo de que não devemos resistir ao mal (os fariseus usam versículos bíblicos fora de contexto para pregarem essa asneira) não é bíblico, pois o que Satanás gosta é que os cristãos se omitam diante das coisas erradas mesmo". (Filipe Levi)

"O pacifismo é a maior hipocrisia que existe sobre a face da Terra. Os pacifistas não matam com as mãos, mas matam com a língua. Os pacifistas não matam com armas, mas matam com palavras. A língua pode ser mais afiada e mortífera do que uma espada, isto é, ela é capaz de destruir vidas". (Filipe Levi)

"O mal sempre existirá neste mundo decaído, mas mesmo assim, os homens bons sempre devem estar prontos para combatê-lo. Quando os bons se omitem, os maus vencem. O Pacifismo é diabólico, porque a omissão também é pecado. Deus abomina a injustiça, a impunidade e a opressão. Quando os homens se omitem em situações de injustiça, eles escolhem o lado do opressor. Assim, como os militares e policiais honestos combatem os bandidos do Crime Organizado. Assim, como os Yazidis e Peshmergas combatem os terroristas do EI (Estado Islâmico), nós, cristãos, e demais homens bons, devemos estar dispostos a viver e a morrer combatendo o mal. Quando uma organização criminosa ou terrorista é derrotada e destruída, assim, como um reino ou governo opressor é destituído do poder, outra organização ou um outro governo inescrupulosos pode ocupar o seu lugar. É, por isso, que sempre quando as forças do mal se levantarem para oprimir e escravizar, os heróis devem surgir, para combater a maldade até o último suspiro de suas vidas. Onde houver repressão, haverá resistência. A resistência contra a injustiça, a impunidade e a opressão". (Filipe Levi)



FRASES DE FILIPE LEVI 7

"Sinto a tristeza me matando aos poucos. Diante de tanta dor e de tanto sofrimento que aparentemente nunca será apagado de minha memória. Não busco a Deus por interesse. Não busco a Deus para ganhar alguma vantagem em troca. Eu prefiro ser infeliz com a verdade do que ser feliz com a mentira. Prefiro ser rejeitado por ser sincero e verdadeiro do que ser aceito sendo falso e hipócrita. Dentro das igrejas todos são santos, mas a maior marca do hipócrita, é que ele é crente em toda parte, menos em casa. Muitos são ativistas e bons perante os olhos da sociedade e dentro dos cultos de domingo, mas durante a semana esquecem que Deus existe sem se importar com os seus Mandamentos. Oprimem os fracos e indefesos em Nome de Deus, como se Deus apoiasse essa imundice. Esses cães e porcos podem enganar a sociedade e a todos na Igreja, mas a Deus e ao Diabo, esses malditos não podem enganar. Se o Diabo não pegá-los, Deus pega. Um dia a máscara cai. Se a máscara demorar para cair, Deus arranca. Tudo o que é oculto será revelado. Nenhuma mentira dura para sempre. Deus é justo, e jamais inocenta o culpado. A justiça prevalecerá". (Filipe Levi)

"Eu sou historiador e professor de História, e acredito piamente na inerrância das Escrituras. Para mim, a Bíblia é realmente de fato a Palavra de Deus". (Filipe Levi)

"Deus nunca fica do lado dos opressores. Deus ama os inocentes e entende o lado dos oprimidos. Deus é justo, e jamais inocenta o culpado. Deus é o defensor dos pobres e desamparados. Deus abomina a injustiça e a opressão. Deus vinga a dignidade humana". (Filipe Levi)

"Uma geração que não é capaz de honrar e respeitar a esposa e os filhos, não têm condições de honrar e respeitar a Deus". (Filipe Levi)

"É um imenso desafio conviver com pessoas religiosas e ignorantes no conhecimento... De fato é mais provável encontrar sabedoria e humildade em muitos incrédulos".

Pastores despóticos são ditadores da fé, terroristas espirituais que quando questionados em seus ensinos espúrios invocam a ideia da rebeldia espiritual, amaldiçoando todos aqueles que deles discordam dizendo que Deus destruirá seus desafetos por terem tocado nos "ungidos do Senhor".
(Renato Vargens)

"Quando a Bíblia diz, "não toqueis os meus ungidos" (2 Crônicas 16:22; Salmo 105:15), os "ungidos", eram os servos de Deus que estavam sendo oprimidos por abusadores poderosos.
Ou seja, quando lemos esse verso no seu devido contexto, vemos que ele não serve para impedir que os líderes sejam criticados por abuso espiritual. Na verdade, o sentido do texto é exatamente o contrário! No contexto original, ele serve para defender as vítimas do abuso e para criticar os líderes exploradores!
Leia o contexto e não seja enganado! Fala que Deus castiga os líderes que exploram o povo de Deus!"




quinta-feira, 9 de março de 2017

FRASES DE FILIPE LEVI 6

"O culto imperial e os sacrifícios aos deuses, assim, como os rituais idolátricos praticados nas cerimônias cívicas e religiosas, dificultavam os primeiros cristãos de se alistarem no Exército e de ocuparem cargos públicos, porque os militares e políticos que se recusassem a cultuar o imperador e a sacrificar aos deuses, eram condenados a morte por traição ao Império. Muitos cristãos, que ocupavam cargos de autoridade no governo, foram martirizados, porque se recusaram a negar a Jesus. No século I, os cônsules, Acilius Glabrio e Flávio Clemente, foram martirizados por se recusarem a negar a sua fé em Cristo. Nos séculos II, III, e IV, inúmeros militares e políticos que se converteram ao Cristianismo foram exonerados de seus cargos, torturados, e assassinados por causa de sua fé. Foi um verdadeiro banho de sangue. Oficiais romanos, como, por exemplo, Sebastião (capitão da Guarda Pretoriana), Jorge (tribuno militar), e Expedito (comandante de uma legião), foram torturados, e brutalmente assassinados por amor a Jesus Cristo. Pessoas simples e importantes socialmente enfrentaram o martírio por amarem a Deus acima de tudo". (Filipe Levi)

"Primeiramente, quero falar sobre o mandamento “Não matarás”, que é uma tradução errada da Bíblia em português, porque a sua tradução correta é “Não assassinarás”. Há diferença entre um assassinato criminoso e um homicídio lícito. O verbo hebraico “ratsach” usado no sexto mandamento no Antigo Testamento se refere ao homicídio ilícito. O verbo grego “foneuo” usado para esse mesmo mandamento no Novo Testamento também é usado para se referir ao assassinato criminoso. Portanto, a Bíblia, a Palavra de Deus, condena apenas o assassinato, e não a legítima defesa e a pena capital. Sobre a pena de morte, o apóstolo Paulo deixa transparecer em suas Cartas que ele era favorável a pena capital. Na Carta aos Romanos, no capítulo 13 do versículo 1 ao 7, Paulo conta sobre o Estado (que segundo ele é instituído por Deus); e no versículo 4, a palavra grega usada para espada é “machaira”, que é um símbolo da pena de morte. Portanto, o apóstolo Paulo era um defensor da lei e da ordem. Para Paulo, a função do governo é punir os maus e exaltar os bons, porque essa é a vontade de Deus". (Filipe Levi)

"Infelizmente, a grande maioria dos evangélicos é incapaz de enxergar bons princípios e valores em coisas seculares. Os animes (desenhos japoneses) ensinam ensinamentos parecidos com os ensinamentos judaico-cristãos, como, por exemplo, o altruísmo, a amizade, a lealdade, a honra, se importar mais com os outros do que consigo mesmo, e proteger os fracos e indefesos. Os heróis dos animes muitas vezes têm uma conduta mais ética e tem mais moral do que a grande maioria dos evangélicos". (Filipe Levi)

"As pessoas que têm medo e que são tomadas pelo desespero, são fáceis de serem manipuladas. As pessoas que não têm mais sonhos e nem esperança são fáceis de serem controladas, e quem tem o controle, tem o poder". (Filipe Levi) 

"Infelizmente, a Igreja de Cristo carrega uma carga negativa vindo desde a Igreja Primitiva quando o assunto é a sexualidade e o sexo dentro do casamento. Devido a má influência de filosofias pagãs como, por exemplo, o Estoicismo (Zenão) e o Platonismo (Platão), os cristãos passaram a ter uma visão distorcida da sexualidade dentro da vontade de Deus. A Bíblia, a Palavra de Deus, sempre falou bem do sexo, dentro do contexto do casamento. Praticamente quase todos os Pais da Igreja satanizaram a sexualidade e a Igreja Católica enfatizou essa satanização ainda mais durante a Idade Média. Hoje, muitas igrejas evangélicas ainda afirmam que o prazer sexual é demoníaco e deve ser combatido. O livro de Cantares, o livro de Provérbios, e os apóstolos, Pedro e Paulo, e até o próprio Jesus Cristo sempre defenderam a sexualidade. Não importa o que os Pais da Igreja ensinaram ou deixaram de ensinar, se os seus ensinamentos são contrários a Bíblia, a Palavra de Deus". (Filipe Levi)

"O impressionante das Testemunhas de Jeová e de muitos evangélicos é que eles mentem descaradamente quando o assunto é o serviço militar e a guerra. É porque mentir e omitir a verdade em nome da paz e do amor pode, não é mesmo? Ele pegam Tertuliano de Cartago, Hipólito de Roma, Orígenes de Alexandria, Cipriano de Cartago e Lactâncio como exemplos e falam que a Igreja Primitiva inteira pensava como esses hereges. O interessante é que o Ireneu de Lyon, o Clemente de Alexandria e o Eusébio de Cesaréia defendiam abertamente a guerra justa e o serviço militar (bem antes de Agostinho de Hipona sonhar em existir). Clemente de Roma e Policarpo de Esmirna reconheciam que as autoridades governamentais são legítimas e necessárias na ordem estabelecida por Deus. Mas como mentir por uma "boa causa" não é pecado, então, não tem problema nenhum. Ignoremos o fato de Satanás, o Diabo, ser o Pai da Mentira, porque mentir, caluniar, difamar e acusar em nome da paz e do amor não tem problema". (Filipe Levi)


terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

FRASES DE FILIPE LEVI 5

"A Bíblia conta sobre três descendentes de Caim que eram muito talentosos; Jubal, que criou a harpa e a flauta; Jabal, que domesticou o gado e criou as tendas; e Tubalcaim, que criou os primeiros instrumentos de bronze e de ferro. Quem conhece as Sagradas Escrituras sabe que a descendência de Caim foi amaldiçoada, então, se formos radicalizar, teremos que afirmar que os músicos, os fazendeiros e os guerreiros são amaldiçoados (Somente os imbecis pensariam assim). Todos os talentos são concedidos por Deus, e se tudo o que Satanás usa é dele, então, a Bíblia pertence a ele também, porque essa é sua maior arma para destruir as vidas dos outros semeando heresias". (Filipe Levi)

"A comemoração do Natal no dia 25 de dezembro tem sua origem no culto a Mitra, o Sol Invencível, onde os pagãos se embriagavam e aconteciam orgias (algo muito parecido com a origem do teatro), no entanto, hoje, os cristãos verdadeiros realmente comemoram o nascimento de Jesus, e sinceramente, não vejo mal algum nisso. Eu comemoro o Natal e não cultuo a Mitra, mas sim a Cristo. 
A árvore de Natal tem sua origem no culto a Odin, o maior de todos os deuses nórdicos, e ainda tem evangélicos incoerentes que comemoram o Natal e demonizam a árvore de Natal, como se a comemoração não tivesse origem pagã também. No Carvalho Sagrado de Odin, eram colocados presentes para que as crianças pegassem. O que a maioria dos crentes não sabe é que quem criou o hábito de enfeitar as árvores de Natal na Igreja Cristã foi Martinho Lutero, o causador da Reforma Protestante, e ele incentivava os cristãos a comemorarem o Natal. Martinho Lutero era doutor em Teologia, então, eu acho que ele sabia o que estava fazendo quando enfeitou aquela árvore". (Filipe Levi)

"O teatro surgiu como um culto a Dionísio, conhecido também como Baco, o deus do bacanal. Hoje, o teatro é um excelente instrumento de evangelismo e não tem mais nada a ver com sua origem idólatra e pervertida, portanto, não vejo problema algum em usar esse talento dado por Deus para abençoar as vidas das pessoas. Deus já falou comigo através de peças teatrais e fui muito abençoado por cristãos que usam essa arte cênica para pregarem o Evangelho resgatando inúmeras vidas do Reino das Trevas. Os filmes bíblicos são feitos graças aos atores que vieram do teatro". (Filipe Levi)

"Os vários costumes de celebração de aniversários natalícios das pessoas hoje em dia têm uma longa história. Suas origens acham-se no domínio da magia e das religiões pagãs. Os costumes de dar parabéns, dar presentes e de celebração com o requinte de velas acesas nos tempos antigos eram para proteger o aniversariante de demônios e garantir sua segurança no ano vindouro. Apesar da comemoração do aniversário ter sua origem no Paganismo, nem por causa disso o próprio Jesus deixou de comemorar o “Bar Mitzvá” (13º aniversário judaico). Jó também comemorava aniversários junto com seus filhos". (Filipe Levi)

"Os crentes preconceituosos alegam que o piercing é do Diabo pelo simples fato dele ter origem no paganismo, entretanto, a aliança matrimonial se originou na religião hindu e nem por isso esses mesmos acusadores deixam de usá-la. Condenar as coisas por causa de sua origem é falácia genética, ou seja, um argumento ridículo sem fundamento algum. O teatro e a astronomia têm origens idolátricas e são excelentes instrumentos usados por Deus para abençoar as vidas das pessoas". (Filipe Levi)

“Pelos mortos não ferireis a vossa carne; nem fareis marca nenhuma sobre vós: Eu sou o Senhor”. (Levítico 19:28)
"Os religiosos alienados deturpam o contexto desse versículo alegando que fazer tatuagem é pecado. O interessante é que esse trecho se refere a um costume pagão em que pessoas se auto-flagelavam em homenagem aos entes queridos mortos e no mesmo capítulo também ensina que arredondar os cantos da cabeça e cortar a barba é pecado. Essa era uma lei do Antigo Testamento para os nazireus e não representa nada para os cristãos de hoje". (Filipe Levi)