segunda-feira, 15 de agosto de 2011

HERESIAS PENTECOSTAIS


“Acautelai-vos dos falsos profetas que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém, a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons. Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis”. (Mateus 7:15-20)

Quero deixar bem claro, que eu não condeno totalmente o Pentecostalismo, pois reconheço que existem pentecostais sérios. O que eu recrimino são os excessos do movimento pentecostal. O que me enoja são as heresias pentecostais que fizeram a Igreja de Cristo naufragar no pecado. Os falsos profetas que se auto-intitulam “ungidos de Deus” enganam os ignorantes crédulos que acreditam em qualquer heresia que lhes ensinam. Hereges, que se dizem “ex-satanistas”, mas que na verdade ainda estão envolvidos com o Satanismo (os seus ensinamentos heréticos comprovam isso) e que pregam bizarrices como rituais místicos de libertação e exorcismo. Heresias, como a Teologia da Prosperidade e a Sessão do Descarrego me dão ânsia de vômito. Esses hereges preferem pregar sobre o poder de Satanás do que sobre a santidade de Deus. Em muitas igrejas pentecostais, o que eu vejo é um “espetáculo dos horrores” e não a manifestação do poder de Deus. Quando as “irmãzinhas cheias do fogo” ficam sapateando e gritando escandalosamente para poderem chamar a atenção me dá vontade de dar gargalhadas perante tal atitude ridícula. Para mim, a Igreja Evangélica precisa de uma Nova Reforma, porque até a Igreja Católica está dando mais exemplo.

“Ou não sabeis que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deverá ser julgado por vós, sois acaso indignos de julgar as cousas mínimas? Não sabeis que havemos de julgar os próprios anjos; quanto mais às cousas desta vida? Entretanto, vós, quando tendes a julgar negócios terrenos, constituís um tribunal daqueles que não têm nenhuma aceitação na igreja”! (1 Coríntios 6:2-4)

Os evangélicos costumam usar sempre a desculpa do “não julgueis” para se acomodarem e se omitirem diante das coisas erradas. Quando Jesus Cristo disse para não julgar, Ele falou para não termos o hábito de falar mal dos outros, mas em nenhum momento, o Messias ensinou a apatia perante as coisas erradas. O cristão tem o dever de combater as heresias que assolam a Igreja Cristã.

“Não julgueis segundo a aparência, e, sim, pela reta justiça”. (João 7:24)

O interessante dos crentes hipócritas é que eles somente enxergam na Bíblia o que lhes é conveniente. A Palavra de Deus é clara quando afirma que devemos julgar (com sabedoria e baseados na reta justiça) para que os falsos profetas não dominem as igrejas evangélicas como fazem hoje.

Uma heresia ridícula que tem sido muito pregada nas igrejas pentecostais é a teologia barata dos “ungidos de Deus”. O interessante é que o próprio Jesus Cristo vivia criticando os fariseus que eram os “ungidões” de sua época. Não apenas Jesus fez isso, mas os profetas do Antigo Testamento e os apóstolos também. Os reformadores criticaram o Clero e o Papa (os ungidões da Igreja Católica); e se Martinho Lutero, João Calvino e Ulrico Zuínglio não tivessem feito isso, a Igreja Evangélica não existiria.

Eu evitei citar nomes de pessoas e de igrejas, mas qualquer pessoa esperta sabe de quem eu estou falando. Não condeno os cristãos leigos, sinceros em sua fé, por acreditarem nesses hereges; mas, eu não posso me calar diante das coisas erradas. O dever dos apologistas é combater as heresias que ameaçam a Igreja de Cristo.

5 comentários:

eberstevao disse...

Prezado Filipe:
Eu tenho publicado assuntos como esse que você escreveu sobre as Heresias Pentecostais há algum tempo já no meu blog. Realmente a igreja evangélica em geral, com poucas exceções, tem dado um espetáculo de parvoices para os não crentes em Jesus, dando até mesmo nojo de participar dos cultos. Ouvir rádio evangélica dessas mega-igrejas que estão por aí é de chorar de tristeza. Realmente, tenho ficado alarmado com tanta heresia, sandices e ganância. Essas igrejas fazem uma lambança "cristológica" a fim de justificarem seus interesses na gordura das ovelhas de Cristo Jesus. Parabéns pelo seu blog, continue escrevendo mais sobre esse mesmo assunto. Precisamos alertar o povo que anda desnorteado.
Quando puder, visite meu blog (www.tempodagracadedeus.blogspot.com). Nesta semana coloquei 3 mensagens fortes aos falsos pastores/líderes (lobos) que estão no meio da igreja de Cristo.
Mas a coisa vai pegar em breve!
Abço e fique na paz do Amado,
Éber Stevão

Reflexões de Filipe Levi disse...

Eu criei o meu blog com a intenção de alertar os cristãos sobre esses tipos de heresias. Geralmente, eu sou xingado pelos evangélicos, mas, fico feliz que você concorde comigo. Fique na paz de Deus.

RR disse...

Olá, Felipe. Sou cristão católico e tenho amigos e parentes que frequentam Igrejas evangélicas pentecostais. Creio que o problema de determinadas Igrejas Evangélicas seja o caráter do líder religioso. A heresia existente só é perigosa quando praticada por pessoas cujo caráter é malicioso. A comunidade em si não é a portadora da heresia, mas sim a vítima. Tenho um tio aqui no Rio de janeiro que mora em Itaboraí e faz pizzas para ajudar uma Igreja evangélica local e seu Pastor é uma pessoa humilde e fervorosa. Ambos trabalharam duro para colocar o telhado da Igreja, promovendo cantinas e almoços. O pastor nunca fez uso da Bíblia para extirpar dinheiro do bolso dos fieis. Portanto, entrar numa Igreja para assistir a culto cristão autêntico e espiritual vai depender do propósito de quem está à frente da comunidade. A corrupção é uma chaga que compromete a imagem do cristianismo e esse panorama atual de escândalos financeiros deveria tomar parte na formação crítica, ética e teológica de futuros pastores. Estamos vivendo uma época de neo-ateísmo e pessoas com uma visão mais crítica sobre a religião que preferem viver sua fé sem frequentar nenhuma igreja. E creio que esses casos de exploração da fé de pessoas incipientes na prática do cristianismo tenham contribuído para isso.

Reflexões de Filipe Levi disse...

Eu compreendo o seu ponto de vista. Eu não generalizo, pois reconheço que existem igrejas pentecostais sérias. Que Deus te abençoe, meu irmão.

Anônimo disse...

Dou graças a Deus que não sou mais evangélico. Mas agradeço a eles por aprender muito sobre a Bíblia. Cheguei até fazer teologia.
Infelizmente, as igrejas evangélicas estão se tornando seitas perigosas, principalmente as pentecostais.
Até os cantores gospel cantam por dinheiro e estão cantando heresias e sendo idolatrados pelos "crentes" alienados.

Vamos muitos falsos profetas hereges por aí: Edir Macedo, Valdomiro Santiago, Sônia e Estevam Hernandes, Silas Malafaia, RR Soares, e tantos outros por aí ensinando doutrinas de demônios, enganando as pessoas de pouca fé com milagres psicológicos, prosperidade e tantas outras heresias.

lamentável