segunda-feira, 24 de outubro de 2011

DIREITOS HUMANOS PARA HUMANOS DIREITOS


No passado, eu era esquerdista, mas, hoje, tenho me identificado mais com a direita. Quero deixar bem claro, que não sou rico e jamais apoiaria um regime execrável como a Ditadura Militar. Mas, muitos esquerdistas têm pregado coisas que Karl Marx nunca ensinou, como, por exemplo, a legalização das drogas, a depravação sexual e a defesa compulsiva em favor dos bandidos. O que mais me incomoda na esquerda brasileira é a tara que muitos esquerdistas têm por proteger os marginais e pouco se importam com os inocentes que são vitimados pelos criminosos.

Eu sempre admirei o Che Guevara e o Carlos Lamarca, porque realmente acredito que eles eram homens bons que queriam mudar o mundo da maneira deles. Mas, o que eu acho mais ridículo é ver muitos esquerdistas pregarem que são a favor das revoluções armadas contra ditaduras, mas apóiam o desarmamento. Pelo que eu saiba, revoluções armadas são feitas através das armas e não através de buquês de flores. Muitos esquerdistas pregam que os cidadãos de bem não podem portar armas, porque é obrigação do Estado protegê-los; mas, eles mesmos pregam que a polícia não presta pelo simples fato dela ser positivista. Isso é incoerência demais para eu entender.

Eu acho que o ex-presidente Lula foi um excelente presidente (eu posso ser de direita agora, mas isso não quer dizer que eu seja alienado); e também acredito que a presidenta Dilma é muito competente. Mas, estou muito decepcionado com a esquerda brasileira. Na China e em Cuba, os bandidos são punidos severamente; mas, aqui no Brasil, os marginais são defendidos pelos esquerdistas. Isso me dá nojo.

O Órgão de Direitos Humanos somente se preocupa em proteger os direitos dos bandidos e se esquece dos inocentes que trabalham honestamente para sustentar esse país. Por que o Órgão de Direitos Humanos não se preocupa em defender os direitos dos cidadãos de bem e dos policiais que arriscam as suas vidas por uma mixaria de salário para poderem manter a lei e a ordem na sociedade? Infelizmente, o crime compensa no Brasil; porque é mais vantajoso ser desonesto do que ser honesto nesse país onde a impunidade prevalece.

“O que justifica o perverso e o que condena o justo, abomináveis são para o Senhor, tanto um como o outro”. (Provérbios 17:15)

A população brasileira tem passado por um processo de idiotização das massas, tanto no meio incrédulo como dentro da Igreja Cristã. Tanto cristãos quanto incrédulos geralmente têm uma tendência em exaltar o mal, ou seja, em defender os vilões. Tanto no mundo quanto na Igreja, as pessoas tendem a defender o errado e o depravado. Já cansei de ver Testemunhas de Jeová e evangélicos defenderem os bandidos dizendo que eles são uns coitadinhos. O interessante desses alienados, é que para eles sempre o malfeitor é o coitadinho e a vítima é sempre a culpada.

No capítulo 13 da Carta aos Romanos e no capítulo 2 da Primeira Epístola de Pedro, Deus mostra qual é a função do governo. Tanto o apóstolo Pedro quanto o apóstolo Paulo afirmaram que o Estado tem a autorização de Deus para castigar os criminosos. Infelizmente, existem “cristãos pacifistas” que ignoram isso descaradamente. Essa historinha de que o dever das autoridades é ressocializar os bandidos é anti-bíblica, porque a Bíblia é clara (inclusive, no Novo Testamento) quando afirma que o dever do Estado é punir os culpados, isto é, a função do governo é retribuir as obras que os delinqüentes praticam. Os bandidos precisam ser castigados para aprenderem a não cometer mais crimes. A justiça deve ser punitiva e não ressocializadora.

Desculpem-me se fui rude no que escrevi, mas já estou cansado de ver tanta impunidade. Eu apenas quero que a justiça prevaleça nesse país injusto.

6 comentários:

Dj Ero Senin disse...

Não se preucupe meu amigo, vc não foi rude

FOI CORRETO

a esquerda do Brasil é uma Sodoma moderna, mas a direita tbm não fica tão atras, o mundo jaz no maligno e isso é triste.

Mas concordo com sua posição, os direitos humanos muitas vezes auxiliam os malfeitores, a justiça do mundo é usada pra ajudar o crime ao que me parece.

Maranata, Ora vem Jesus! É a minha suplica, que nosso salvador volte logo e nos leve, pra que possamos ter paz

Reflexões de Filipe Levi disse...

Fico feliz que você tenha a mesma opinião que a minha. Na verdade, esse artigo foi apenas um desabafo.

Marcello di Paola disse...

Bom, convenhamos que Jesus não veio para os justos, nem sãos, mas para os injustos e enfermos.

Quanto à esquerda reconheço que ela se prostituiu, porém a direita já era prostituída antes, ou seja, farinhas do mesmo saco, só que uma branca outra vermelha. Sobre a questão levantada se a justiça deve ser punitiva ou ressocializadora, eu sou da ideia de que punição que não ressocializa, não atingiu seu objetivo. Sem contar que o Estado precisa fazer uma reflexão do porque se formarem tantos monstros no Brasil. Não será por conta da promoção de uma sociedade desigual e a violência ser apenas o efeito colateral disso? Para pensar.

Reflexões de Filipe Levi disse...

Gostei de seu comentário! Mas, eu acho que têm que castigar os bandidos mesmo, porque os marginais precisam sentir medo da punição.

Dj Ero Senin disse...

Os casos de punição devem ser estudados, existem casos em que o bandido é uma pessoa que nao teve chances e foi conduzido a essa conduta por influencia, neste caso devemos tentar colocar ele de volta na sociedade

mas nos casos em que o bandido sabia que estava fazendo o mal e fez o al pelo mal, sem brincadeira, PAU NELES!
homens de bem morrem nas mãos de seres que nao podem ser chamados de humanos todos os dias e estes seres devem ser punidos, Deus deu esta autoridade aos nossos governantes, defender bandido é coisa do diabo, bandido que pratica o mal pelo nmal deve ser punido e muito severamente

Um grandew abraço pra voce meu amigo

Reflexões de Filipe Levi disse...

Palavras sábias, Ero Senin. Eu assino em baixo em tudo o que você escreveu.