quarta-feira, 16 de novembro de 2011

A GUERRA DO BEM CONTRA O MAL

(Esta história é a continuação de "Inimigos das Trevas". Eu decidi escrever esta história, porque continuei não tendo o que fazer).
Baal-Zebube, o Senhor das Moscas, foi afugentado pelos Guerreiros de Cristo, mas ele não desistiria tão fácil de seus planos maléficos. O Mestre do Mal tramava destruir a raça humana, porque o homem era a imagem e a semelhança de Deus. O Príncipe das Trevas odiava Jesus Cristo e seus seguidores, e estava disposto a tudo para alcançar o seu objetivo, que era destruir a Terra e seus habitantes.
O caos e a desordem assolavam o mundo, pois os homens se traíam e se matavam por motivos fúteis. Irmãos matavam irmãos; os pais matavam os seus filhos; e os filhos matavam os seus pais. A hipocrisia tomou conta da Igreja Cristã, e o amor se esfriou de quase todos.
A globalização unia as nações e os homens clamavam por um líder mundial que estabelecesse a lei e a ordem na Terra; mas, na verdade, o Anti-Cristo apenas trairia desgraças e maldições para todos os habitantes do mundo.
Davi e seus amigos faziam a diferença na sociedade, porque eles eram extremamente honestos e justos. Esses heróis faziam justiça e protegiam os indefesos. O Herói sempre sonhou em ser policial, e quando realizou o seu sonho, ele prometeu para si mesmo que usaria as suas habilidades de combate para defender os fracos e oprimidos.
Alguns guerreiros que pertenciam à organização satânica, Caveiras e Ossos, desejavam ardentemente se vingar dos Guerreiros de Cristo, porque esses guerreiros cristãos haviam derrotado esses malfeitores. Loki, Hazael, Cronos, Orfeu, Scarface e Naga, sob o comando de Baal-Zebube, acreditavam que se vingariam dos heróis que sempre estragavam os planos do Príncipe das Trevas, que constantemente investia contra os jovens e as crianças, e tinha como alvo prioritário destruir a instituição chamada família.
Os Illuminati continuavam sendo liderados por Drakon, o Terrível, que mesmo encarcerado ainda ditava as regras. Os Illuminati se infiltravam nos governos e nas igrejas para, assim, conseguirem conquistar o mundo. Esses malfeitores pretendiam espalhar um vírus mortal sobre a Terra para dizimar a maior parte da humanidade, porque tendo poucas pessoas vivendo no mundo ficaria mais fácil de controlá-las.
Baal-Zebube soltou um crocodilo gigante na Capital de São Paulo, conhecido como Leviatã. Esse réptil gigantesco tinha 15 metros de comprimento e ele vagava pelos esgotos da cidade espalhando o terror por onde passava.
O Cristianismo era ameaçado constantemente pelas forças do mal, e muitas vezes eram os falsos cristãos que ameaçavam a Igreja de Cristo através de suas doutrinas que eram preceitos de homens. Alguns “ex-satanistas” traziam doutrinas de demônios para dentro das igrejas e demonizavam tudo o que encontravam pelo caminho. Os apologistas sérios combatiam as heresias ferozmente, mas, infelizmente, quase todos os cristãos (principalmente os pentecostais) eram ludibriados facilmente pelos falsos profetas.
Os homens esqueceram o que era honra. Honestidade, lealdade, dignidade e coragem eram virtudes que os homens não conheciam mais. Existiam poucos homens que faziam a diferença (poucos mesmo).
Jeú e Davi estavam dentro de um trem indo para Mogi das Cruzes quando viram dois punks sendo cercados por três skinheads. O militar não suportava os neonazistas, porque ele era judeu.
Os skinheads portavam armas brancas, e um deles portava um revólver Magnum calibre 44 também. Esses neonazistas estavam decididos a matar aqueles punks.
Jeú se aproximou dos skinheads e disse:
__Têm algum problema aí rapazes?
__Quem é você?
__Eu sou um judeu que está louco para dar uma coça em vocês.
Os neonazistas cercaram o militar e ficaram em posição de combate. O neonazista que estava armado com o revólver apontou a arma para Jeú.
Davi entrou na frente de seu amigo e falou.
__Se quiser matá-lo, terá que atirar em mim primeiro.
__Você vai morrer.
__Eu tenho peito de aço. Pode atirar que eu não morro.
O skinhead engatilhou a arma e quando ia disparar foi desarmado por Davi que lhe tomou a arma rapidamente e desferiu um soco direto em seu rosto o derrubando.
Jeú desferiu um chute faca no estômago de um deles. O comparsa tentou agarrar o militar, mas o herói lhe segurou desferindo várias joelhadas em seu abdômen e um soco gancho em seu queixo o fazendo cair com tudo no chão. O neonazista que foi golpeado pelo chute tentou golpear Jeú com socos e chutes, mas o militar se esquivou de todos os golpes e ria do agressor.
__Eu vou acabar com você, seu judeuzinho de merda!
__Você não é da raça superior? Então, por que não consegue me acertar?
O skinhead tentou golpeá-lo novamente e Jeú desferiu um soco uke em seu estômago e vários socos cruzados em sua cara o nocauteando.
O neonazista que foi desarmado por Davi se levantou irado e avançou no Herói com a intenção de massacrá-lo, mas foi ele próprio que acabou sendo massacrado de tantos golpes que recebeu.
Os punks agradeceram os heróis por tê-los salvados e desceram na estação seguinte. Os punks e os skinheads eram rivais e constantemente brigavam uns com os outros. Algumas ramificações dos skinheads perseguiam os judeus, os negros, os nordestinos e os homossexuais. Esses neonazistas eram intolerantes e não poupavam nenhuma de suas vítimas. Nesse caso, os heróis impediram uma tragédia.
__Ainda bem que chegamos a tempo, Jeú.
__Eu odeio esses neonazistas desgraçados.
__Adolf Hitler morreu e está queimando no Inferno, mas os seus seguidores ainda continuam atormentando a humanidade. Os neonazistas são execráveis.
__Por causa da intolerância racial, inúmeras vidas inocentes já foram exterminadas.
__Alguém precisa dar um basta para que esses palhaços desocupados não importunem mais a sociedade.
__Eu dedicarei a minha vida para combater esses neonazistas vagabundos que não têm o que fazer da vida e ficam perseguindo os outros.
__Pode contar comigo para isso, meu amigo.
Os capangas de Baal-Zebube desafiaram os Guerreiros de Cristo para uma batalha e eles se encontraram próximo ao palácio do Senhor das Moscas.
Davi, Jeú, Apolo, Shiro, Alexandre e Ciro foram cercados pelos vilões. Davi enfrentou Naga; Jeú lutou contra Hazael; Apolo pelejou contra Loki; Shiro brigou com Scarface; Alexandre batalhou contra Cronos; e Ciro foi o adversário de Orfeu.
O Rei do Mal estava sentado em seu trono decidido a exterminar os Guerreiros de Cristo, e expandir o seu reinado de terror sobre o mundo. Satanás pretendia transformar a Terra num novo Inferno.
Loki, o deus do fogo, lançou vários furacões de fogo na direção de Apolo e o capoeirista se esquivou das magias e desferiu diversos tipos de chutes em Loki, que se enfureceu lhe socando várias vezes.
__Eu irei carbonizar cada parte de seu corpo até não sobrar nada. Hahahahaha.
__Você será derrotado antes que isso aconteça.
Naga lançou várias rajadas de gelo na direção de Davi com a intenção de congelá-lo e o Herói se esquivou das magias e sacou a sua pistola Glock calibre 9mm efetuando alguns disparos em seu oponente. Naga estava revestido por uma armadura feita de diamante, por isso, as balas não lhe causaram nenhum dano.
__Eu sou imune aos seus disparos graças a minha armadura. Armas convencionais não funcionam comigo, garoto.
__Então, pelo visto, terei que resolver essa parada na porrada mesmo.
Davi avançou em Naga e ambos trocaram socos e chutes ferindo um ao outro. O Herói era um lutador profissional, mas Naga estava em vantagem por causa de sua armadura feita de diamante, que era extremamente resistente.
Jeú partiu para cima de Hazael e o vilão o paralisou com a sua telecinese e o arremessou contra uma árvore. O militar avançava, mas sempre era paralisado e arremessado longe.
__Desista, capitão! Você não tem nenhuma chance comigo. Eu sou muito mais poderoso do que você.
__Não me menospreze, Hazael. Já derrotei vilões mais poderosos do que você. Você é um monte de esterco comparado a eles.
Jeú, através de sua força de vontade, conseguiu se mexer e golpear várias vezes o seu adversário com socos e chutes em todo o seu corpo.
Scarface, através de uma ilusão, se multiplicou e lançou vários raios em Shiro, que foi derrubado com tudo no chão. O guerreiro cristão se levantou desembainhando a sua Katana e o feiticeiro também desembainhou a sua espada.
__Eu irei cortar a sua cabeça e jogar a sua carcaça no campo para os animais comerem.
__Não, se eu te decapitar primeiro.
__Pelo jeito, você confia mesmo em suas habilidades.
__Eu odeio sujar as minhas mãos com sangue, mas vejo que nessa situação não tenho alternativa.
Shiro e Scarface duelaram um com o outro dando o melhor de si. Esses guerreiros eram mestres na arte da espada e estavam dispostos a matar um ao outro nessa batalha.
Cronos, através de seu poder maléfico, causou vários desastres naturais dizimando muitas vidas. Alexandre desferiu um chute frontal no tórax de Cronos e o derrubou. O vilão se levantou furioso e avançou em seu oponente. Os dois guerreiros pelejaram disputando para ver quem era o melhor.
__Você não pode comigo!
__Eu posso sim!
Orfeu tocava a sua harpa e através de sua melodia macabra ele encantava Ciro. O Mestiço se distraía com a música e quando percebeu que estava sendo ludibriado, as cordas da harpa de Orfeu se esticaram e o prenderam começando a dilacerar o seu corpo.
__Experimente o meu Réquiem de Cordas!
__Já me enjoei da sua música.
Ciro, o Caçador, exibiu as suas lâminas de prata, cortando as cordas mortais, e soltou uma poderosa descarga elétrica em Orfeu o derrubando.
Os Guerreiros de Cristo da fraqueza tiraram forças e na batalha se esforçaram conseguindo derrotar os vilões.
De repente, uma luz resplandecente tomou conta do local quase cegando os heróis. Baal-Zebube, o Senhor das Moscas, surgiu do meio da luz, e ele tinha cabelos longos loiros e olhos azuis. O Rei do Inferno era alto e branco, o mais belo de todos os anjos.
__Vocês conseguiram derrotar os meus guerreiros novamente, mas, agora, a peleja será comigo.
Em outro local da cidade, Leviatã aterrorizava a população. Rogério (o policial militar que era amigo de Davi), armado com uma Shotgun, atraiu o crocodilo gigante até próximo a um cilindro de gás. Leviatã já havia matado dezenas de pessoas quando buscava alimentos pelos cantos da cidade. O oficial da Polícia Militar fez o crocodilo gigante morder o cilindro de gás o deixando preso em sua enorme boca. Rogério apontou a arma para Leviatã e efetuou um disparo certeiro que atingiu o cilindro de gás fazendo a cabeça do crocodilo gigante explodir. Assim, Leviatã foi derrotado.
O Diabo, se movimentando na velocidade da luz, golpeou diversas vezes os Guerreiros de Cristo e se esquivava de seus ataques com muita eficiência.
Abadom, o Destruidor, chegou, logo, em seguida, para ajudar os seus companheiros. Lúcifer e Abadom pelejaram ferozmente e o Destruidor acabou sendo arremessado contra a parede e ficou muito ferido devido aos golpes que recebeu.
__Vocês não podem comigo! Ninguém pode comigo! Hahahahahahahahahaha.
Davi avançou no Mestre do Mal conseguindo acertar um chute lateral e uma giratória em sua cara. O Senhor do Escuro o agarrou na traquéia e o suspendeu no ar.
__Você já está se tornando irritante sempre me afrontando e desafiando o meu poder. Você ainda não percebeu que você é apenas um inseto, e eu sou um deus?
__Você já tentou me matar antes, e não teve competência para terminar o serviço.
__Agora, você saberá a diferença entre um verme e um deus.
Satanás, o Diabo, arremessou o Herói longe e concentrou o seu poder maligno e falou:
__Vocês terão a honra de conhecerem a minha verdadeira forma.
O arquiinimigo de Deus e seus servos se transformou num dragão vermelho gigantesco que tinha sete cabeças e dez chifres em cada cabeça. Esse dragão era tão grande quanto o mais alto dos dinossauros.
Ciro, o Caçador, lançou várias bolas de energia elétrica no dragão, que continuou cuspindo fogo na direção dos heróis.
Abadom, o Destruidor, se levantou com dificuldade e lançou vários raios de luz e várias cápsulas de energia no grande dragão vermelho.
O Mestiço e o Destruidor insistiram nos ataques enfraquecendo o dragão, que começou a ficar cambaleante.
Os demais guerreiros cristãos pegaram as suas armas de fogo e efetuaram diversos disparos no monstrengo.
Os Guerreiros de Cristo corriam se esquivando das chamas mortais e insistiam nos ataques até que fizeram o dragão desistir de continuar lutando e fugir.
O Príncipe das Trevas fugiu, porque os Guerreiros de Cristo foram persistentes e resistiram ao Diabo o fazendo bater as suas duas grandes asas e fugir voando pelo céu.
Os capangas de Lúcifer foram capturados pelas autoridades e encarcerados para não ameaçarem mais a sociedade. Não demoraria muito tempo para o Anti-Cristo chegar ao poder e espalhar o seu reinado de terror, mas os Guerreiros de Cristo estariam preparados para resisti-lo fazendo o bem prevalecer sobre o mal.

Nenhum comentário: