domingo, 22 de janeiro de 2012

A GRANDE BATALHA

(Esta história é a continuação de "Será Esse o Fim"? Esta história é a última cronologicamente desta saga. Espero que esta história tenha ficado boa).
Satanás, o Diabo, estava preste a invadir o Céu e tentar tomar o poder celestial novamente. O arcanjo Miguel e seus anjos estavam preparados para a grande batalha que ocorreria entre o bem e o mal até um deles ganhar. Deus, o Todo-Poderoso, observava tudo o que acontecia na Terra e no mundo espiritual; e torcia pelos seus guerreiros e sempre os auxiliava para que a justiça triunfasse sobre a injustiça.
Leviathan, Asmodeus, Astaroth, Belphegor, Belial e Azazel reuniram os demônios do Inferno e se prepararam para a grande invasão que ocorreria no Céu. Os príncipes do Inferno estavam ansiosos por essa guerra que sucederia, porque eles odiavam o Altíssimo e seus anjos celestiais.
Davi e seus amigos sabiam dos planos de Lúcifer e torciam pelos anjos da luz para que o bem triunfasse novamente. O Herói sempre orava a Deus pedindo para que a justiça triunfasse e os inocentes fossem vingados. Davi era um homem que vivia para a justiça e não para si mesmo. O Herói estava disposto a dar a sua vida pelos outros. Isso era bonito, porém, triste. O jovem lutador foi um perdedor no passado, mas com a ajuda do Deus Vivo ele se tornou num grande guerreiro.
Abadom, o Destruidor, soube que Satanás enviou alguns demônios poderosos para libertar William, o Shimera, e seus mutantes. Abadom foi até a prisão onde essas criaturas demoníacas estavam encarceradas, mas já era tarde demais. William, Apophis, Dagom, Moloque, Nosferatu, Lilith e Vlad Tepes já haviam escapado.
Wistley, o Rei dos Vampiros, estava aprisionado no mesmo local e também foi libertado. Drácula, Nosferatu e Wistley disputavam pelo título de Rei dos Vampiros, pois ambos queriam ser o rei supremo dos chupadores de sangue.
Ciro, o Caçador, foi ao encalço das aberrações foragidas e soube que esses monstros sanguinários tinham seqüestrado inúmeras pessoas inocentes e as levado para uma ilha deserta, conhecida como a “Ilha da Morte”. O Mestiço avisou os seus companheiros e os heróis se reuniram para se prepararem para invadir essa ilha, que era uma verdadeira fortaleza, para assim vencer Shimera e suas anomalias.
O Diabo e os príncipes do Inferno pretendiam usar os Illuminati para colocarem o Anti-Cristo no poder e assim começar a Grande Tribulação. Drakon, o Terrível, foi libertado de sua prisão pelos Illuminati e voltou a liderar essa organização secreta com força total. Drakon queria se vingar de Davi, mas ele tinha outros problemas para resolver primeiro, como, por exemplo, apresentar o Anti-Cristo ao mundo. Todas as nações clamavam por um líder mundial que acabasse com a crise global que ameaçava o mundo. Essa era a oportunidade perfeita para o Anti-Cristo se revelar e alcançar o poder.
Jesus Cristo, o Messias, observava tudo ao lado de Deus aguardando ansiosamente pelo arrebatamento de sua noiva (a Igreja Cristã). O Espírito Santo sempre acompanhava os cristãos e lhes revelava a verdadeira vontade de Deus, que era socorrer os oprimidos. A obrigação da Igreja de Cristo era amparar os órfãos e as viúvas, mas, infelizmente, a Igreja Cristã nesse caso deixava muito a desejar. Muitos cristãos preferiam ficar discutindo sobre as coisas que eles achavam que era do Diabo do que em viver realmente o Evangelho. O que muitos cristãos não sabiam é que Satanás não era dono de nada, porque nem a chave de sua própria casa ele tinha. Jesus tinha as chaves da morte e do Inferno, porque Ele era o Soberano Rei. O Messias era o Senhor de todo o poder; e Ele dominava sobre todos os reinos do mundo. Jesus Cristo era o Rei dos reis e o Senhor dos senhores.
Os Guerreiros de Cristo foram até a Ilha da Morte e se separaram para poderem encontrar o local onde os reféns estavam encarcerados. Davi e Jeú estavam armados com fuzis calibre 7.62 e carregavam as suas pistolas em suas cinturas. Shiro empunhava a sua Katana como sempre; e Ciro estava revestido por sua armadura de titânio extremamente resistente. Os demais heróis estavam desarmados, mas mesmo assim estavam preparados para o combate decididos a sacrificarem as suas vidas se fosse necessário.
Davi e Jeú caminhavam por uma floresta e se depararam com Moloque, mas outro mutante que eles não esperavam encontrar ali também apareceu.
Sobek, o homem-crocodilo, estava ao lado de Moloque e ambos avançaram nos heróis. Jeú efetuou uma rajada de tiros contra Sobek, mas o mutante lhe desferiu uma rabada o lançando longe. O militar foi arremessado contra uma árvore e ficou zonzo.
__Eu irei mandá-lo para o Inferno. Hahahahahahahahahaha.
__Eu pensei que você tivesse sido derrotado para sempre na entrada das escadarias que levam até os templos dos príncipes do Inferno.
__Eu sobrevivi e estou aqui para acabar com você. Terei muito prazer em te despachar para o outro mundo. Prepare-se para morrer.
Moloque, empunhando o seu machado de combate, tentou degolar Davi, mas o Herói se esquivou das machadadas e segurou o cabo de seu machado.
__Acha que pode comigo, garoto? Você é um verme perto de mim.
__Não me subestime, Moloque.
Davi desferiu um chute frontal no estômago do homem com cabeça de touro e, em seguida, saltou lhe desferindo um chute lateral e uma giratória no rosto o derrubando.
__Não tenho tempo para perder com um lixo como você.
O mutante se levantou e avançou desferindo vários tipos de socos em seu abdômen e rosto e lhe agarrou na traquéia o suspendendo no ar.
__Quem você pensa que é? Eu sou um deus comparado a um inseto como você. Coloque-se no seu lugar, Davi. Você não é páreo para mim.
__Já falei para não me subestimar.
O Herói chutou o tórax de Moloque com os seus dois pés juntos se libertando e lhe desferiu um potente soco gancho no queixo o derrubando novamente.
Jeú pelejou bravamente contra Sobek lhe desferindo vários socos e chutes em todo o seu corpo, mas o homem-crocodilo permanecia combatendo e o espancou com ferocidade.
Alexandre, Apolo e Shiro se aproximavam da região onde as pessoas seqüestradas se encontravam e foram cercados por Dagom e Apophis. O ex-satanista lutou contra Dagom e Shiro batalhou contra Apophis. Apolo ia ajudar os seus companheiros e foi barrado por Lilith e Nosferatu. Vlad, o Empalador, observava a peleja dos heróis contra os mutantes. Drácula queria lutar contra Davi ou contra Ciro, os heróis que o derrotaram no passado.
Ciro, o Caçador, apareceu, e quando ia auxiliar Apolo, Vlad Tepes saltou na sua frente. O Mestiço exibiu as suas lâminas de prata e quando ia tentar golpear Drácula, o Empalador lhe desferiu um chute faca na cara que o deixou atordoado.
Abadom, o Destruidor, chegou para ajudar os heróis, mas foi impedido por Wistley, o Rei dos Vampiros. O vampiro gigante alado avançou em Abadom lhe desferindo vários golpes no estômago e no rosto.
__Curve-se diante de mim e me adore. Assim, talvez, eu poupe a sua vida.
__Você somente conseguiu me golpear, porque me pegou desprevenido.
O Destruidor se movimentou na velocidade da luz e revidou em dobro todos os golpes que recebeu e arremessou Wistley contra uma grande rocha a despedaçando.
Alexandre se esquivou das bolhas de ácido de Dagom, mas acabou sendo atingido de raspão por uma delas em seu braço direito.
__Eu vou acabar com você, seu traidor!
__Você me atingiu por causa de um descuido meu, mas isso não irá se repetir.
O ex-satanista avançou desferindo um soco uke em seu estômago e três socos cruzados em sua cara. O homem-peixe o agarrou pela garganta e começou a esbofeteá-lo.
Shiro se esquivou das cuspidas de ácido de Apophis e o golpeou diversas vezes com a sua espada, mas o homem-serpente se regenerou dos ferimentos.
__Eu posso me regenerar. A sua espada não representa nenhuma ameaça para mim.
__Então, eu vou ter que resolver na base da porrada mesmo.
O guerreiro oriental embainhou a sua Katana e avançou desferindo um potente soco direto no rosto de Apophis. O homem-serpente se irritou e o golpeou várias vezes com socos e chutes o ferindo gravemente.
Apolo gingava e lutava contra Nosferatu e Lilith e conseguiu golpeá-los algumas vezes, mas ele acabou sendo massacrado de tantos golpes que recebeu. O capoeirista ficou estirado no chão e Nosferatu o levantou o segurando pelo colarinho.
__Você é muito tolo de pensar que você sozinho teria alguma chance de nos vencer.
__Mate-o, Nosferatu.
__Calma, Lily. Antes, eu quero me divertir com ele.
Davi pegou o seu FAL (Fuzil Automático Leve) e apontou para Moloque. O homem com cabeça de touro cortou o fuzil do Herói ao meio com o seu machado de combate, e quando ia decapitá-lo, Davi segurou o cabo de seu machado de novo e se deitou no chão encostando um de seus pés no estômago de Moloque e o jogou para trás o fazendo cair em um precipício.
Jeú segurou a cauda de Sobek e o rodopiou o jogando longe fazendo ele cair no abismo também. O militar e o agente federal foram auxiliar os seus outros amigos e viram Apolo sendo subjugado pelo casal de vampiros. Quando Nosferatu e Lilith iam matar o capoeirista, Davi correu na direção dos vampiros e saltou desferindo uma voadora nas costas de Nosferatu o derrubando e libertou Apolo. Jeú avançou em Lilith e lutou contra ela a golpeando diversas vezes. Davi e Nosferatu pelejaram espancando um ao outro e o Herói conseguiu derrotá-lo. Lilith bateu muito em Jeú, mas o militar conseguiu derrotá-la.
Ciro, o Mestiço, pelejou ferozmente contra Drácula e ambos ficaram muito feridos na batalha, mas logo se regeneraram de seus ferimentos. O Caçador já havia derrotado Vlad Tepes outras vezes, mas nunca o havia vencido de uma forma definitiva. Se o Empalador não desaparecesse para sempre, ele poderia continuar ameaçando a sociedade. Então, Ciro decidiu morrer junto com o seu inimigo, o destruindo de uma vez por todas. Quando Drácula o atacava, Ciro soltava várias descargas elétricas nele, mas o vampiro parecia imbatível e continuava atacando.
__Não importa o que você faça, Mestiço, eu nunca serei derrotado definitivamente. Como você matará alguém que não pode ser morto? Hahahahahahahahahaha.
__Há uma maneira de te matar.
O Caçador se esquivou dos ataques do vampiro e o segurou por trás concentrando o seu poder aumentando muito a intensidade de sua eletricidade.
__O que você pretende fazer, Ciro?
__Eu matarei você com toda a intensidade do meu poder.
__Você é louco? Não sabe que vai morrer também?
__Eu não tenho medo de morrer.
__De que adiante você vencer, se você também morrerá?
O Mestiço elevou o seu poder ao máximo eletrocutando Drácula de tal forma que o fez ficar tomado pelas chamas e houve uma grande explosão.
Abadom e Wistley lutavam com bravura e William entrou na batalha para auxiliar o Rei dos Vampiros. Os vilões espancaram o Destruidor o deixando seriamente ferido.
__Esse será o seu fim, Destruidor.
__Não conte com isso, Shimera.
O herói pelejou se movimentando na velocidade da luz e lançou vários raios de luz e várias cápsulas de energia nas aberrações as derrotando.
Alexandre se livrou das garras de Dagom e venceu o homem-peixe o golpeando diversas vezes no abdômen e no rosto.
Shiro se defendeu dos ataques de Apophis e desferiu vários tipos de socos e chutes em todo o corpo do homem-serpente o vencendo.
William, o Shimera, tinha acionado uma arma nuclear e a escondido na Ilha da Morte, como prevenção se ele e seus mutantes fossem derrotados. Os Guerreiros de Cristo conseguiram localizar os reféns e os salvaram fugindo da ilha. Ciro, o Caçador, conseguiu vencer Vlad Tepes o desintegrando com o seu poder, mas a sua armadura também foi desintegrada, e ele acabou ficando muito ferido. O Mestiço se regenerou das feridas e também saiu da ilha. A bomba atômica explodiu destruindo a Ilha da Morte e matando todos os mutantes. Assim, foi o fim de Shimera e suas aberrações.
O Diabo e seus demônios infernais invadiram o Céu e o arcanjo Miguel e seus anjos pelejaram ferozmente contra os invasores.
Os príncipes do Inferno enfrentaram os anjos celestiais mais poderosos e houve uma grande guerra no Céu.
Miguel e Lúcifer lutaram usando todos os seus poderes e todas as suas técnicas de luta. O arcanjo e o ex-querubim guardião pelejaram com todas as suas forças espancando um ao outro com muita eficiência.
__Saia do meu caminho, Miguel!
__Se quiser entrar na presença do Altíssimo terá que me derrotar primeiro.
__Você sabe que eu sou a criatura mais poderosa do Universo. Você sabe muito bem que você não tem poder o suficiente para me vencer.
Satanás lançou vários raios de luz contra o arcanjo, mas Miguel viu os seus ataques na velocidade da luz e se esquivou de todos eles avançando para tentar golpeá-lo.
__Prepare-se para ser escorraçado novamente do Céu.
__Miguel, não subestime o meu poder.
O Diabo lançou inúmeras magias na direção de Miguel, e o arcanjo se esquivou de todos os raios, rajadas de gelo e bolas de fogo. Quando Miguel se aproximava de Lúcifer, ele foi paralisado pela telecinese de Satã.
__Coloque-se no seu lugar, Miguel. Eu sempre fui superior a você tanto no poder como na classe. Saia da minha frente.
O Senhor das Sombras lançou uma cápsula de energia no tórax de Miguel e o derrubou. O arcanjo se levantou e avançou no ex-querubim da guarda e usando todo o seu poder conseguiu vencê-lo.
Os anjos celestiais venceram Satã e seus demônios os expulsando novamente do Céu e os anjos rebeldes foram arremessados mais uma vez na Terra. Satanás, o Diabo, ficou extremamente furioso devido a sua derrota e resolveu descontar a sua fúria na humanidade fazendo assim começar a Grande Tribulação.

2 comentários:

Dj Ero Senin disse...

Muito boa a conclusão desta historia, estou a a companhando desde a metade, e gostei muito do que acontece nela, vc escreve muito bem meu amigo, parabens pela sua obra!

Reflexões de Filipe Levi disse...

Obrigado, Ero Senin! A minha próxima história terá o contexto baseado antes da primeira história, ou seja, será o início de tudo.