domingo, 15 de janeiro de 2012

SERÁ ESSE O FIM?

(Esta história é a continuação de "A Guerra Santa". Eu espero que vocês gostem).
Os príncipes do Inferno foram derrotados pelos heróis e voltaram para o Reino das Trevas depois de sua derrota humilhante. Davi estava com a sua perna direita quebrada; Alexandre estava com o seu braço esquerdo congelado; e Apolo estava com o seu corpo parcialmente queimado. Abadom, o Destruidor, revelou para os seus amigos que ele tinha também o poder de curar, e Abadom usou o seu dom para curar os seus companheiros.
Satanás, o Diabo, estava enfurecido por ter sido derrotado mais uma vez pelos Guerreiros de Cristo e usou todo o seu conhecimento maldito para arquitetar um plano maléfico para exterminar os heróis definitivamente. O Rei do Mal pretendia invadir o Céu e se assentar no trono de Deus, mas ele tinha que esperar o momento oportuno para tentar fazer isso.
Leviathan, Asmodeus, Astaroth, Belphegor, Belial e Azazel, desejavam avidamente destruir os guerreiros responsáveis por sua derrota. Os príncipes do Inferno tramavam antecipar o fim do mundo para assim conseguirem destruir o Messias e os seus seguidores.
Deus amava muito a humanidade (especialmente o seu povo escolhido antes da fundação do mundo). O Altíssimo amou os seus escolhidos de tal maneira que Ele ofereceu o seu único filho para se sacrificar para salvar o seu povo. Os cristãos eram o sal da Terra e a luz do mundo, por isso, Lúcifer e seus súditos os odiavam tanto. Jesus Cristo era o Único Caminho para se chegar até Deus; e Satanás sempre quis cegar os homens para que eles não enxergassem isso. O Messias era a ponte entre Deus e os homens e todas as pessoas que o aceitavam como o seu único e suficiente Salvador eram salvas. O Espírito Santo fazia morada nos homens que aceitavam Jesus em seus corações, porque todas as pessoas purificadas pelo sangue do Cordeiro de Deus se tornavam templos do Espírito Santo.
A Igreja de Cristo era odiada e perseguida por todas as nações, e o fim do mundo estava próximo de acontecer. Reino se levantava contra reino; e nação se levantava contra nação. Os homens se odiavam e se matavam por motivos fúteis. Os amigos e os parentes se traíam e se matavam por causa da ganância. A honra e a dignidade foram esquecidas por quase todos os homens, mas existiam poucos seres humanos que ainda faziam a diferença na sociedade.
Davi e seus amigos sonhavam com um mundo melhor e com uma sociedade mais justa. Esses guerreiros que lutavam pela justiça almejavam a volta de Jesus Cristo, mas eles também acreditavam que se os homens buscassem a Deus e renunciassem o mal as coisas poderiam melhorar.
O Anti-Cristo se preparava para alcançar o poder e instalar um governo mundial para perseguir, torturar e matar todos os seguidores de Jesus que ousassem se opor ao seu domínio. A Besta e o falso profeta se revelariam para o mundo e perseguiriam todos os escolhidos de Deus.
Baal-Zebube, o Senhor das Moscas, convocou novamente os seus oficiais mais poderosos e voltou para a Terra para poder aniquilar os Guerreiros de Cristo e depois tentar tomar o poder no Céu.
O arcanjo Miguel e seus anjos sabiam do intento de Satanás e pretendiam auxiliar os heróis na grande batalha que logo aconteceria. O general do exército de anjos celestiais queria acertar as suas contas com Lúcifer, o seu rival desde os tempos primitivos. O Altíssimo estava com os Guerreiros de Cristo e iria com esses grandes heróis por onde quer que eles fossem.
O Herói costumava ir a noite na Represa Guarapiranga, na Zona Sul de São Paulo, para orar. Davi orava sempre em favor das pessoas que ele amava, e até por pessoas que ele não conhecia. O jovem lutador pelejava tanto fisicamente quanto espiritualmente. O agente federal era um intercessor e sempre intercedia a favor dos governantes e das pessoas que estavam ao seu redor. Deus se agradava do coração puro e sincero de Davi e sempre escutava as suas orações. O Herói orava por pessoas que ele nunca mais viu e nem sabia se elas ainda estavam vivas. O jovem lutador realmente se importava com as pessoas que ele pedia para Deus salvá-las, abençoá-las e protegê-las. O agente federal era um guerreiro bélico e também um guerreiro da oração.
Não muito longe dali, dois assaltantes seqüestraram uma mulher que havia acabado de sair de um banco e a levaram para a represa onde Davi se encontrava. Os meliantes pretendiam estuprá-la e depois assassiná-la somente por diversão. Um dos bandidos portava um revólver Rossi calibre 38, e o seu comparsa empunhava uma pistola Taurus calibre 765. O marginal armado com a pistola quis violentar a mulher primeiro e o seu cúmplice ficou dando cobertura.
__Me dê cobertura.
__Pode deixar.
O assaltante armado com o revólver ficou vigiando enquanto o seu comparsa se divertia com o desespero da vítima. O violentador de mulheres indefesas armado com a pistola agarrou a mulher pelos cabelos e disse:
__Eu vou te traçar todinha, sua gostosa!
__Não, por favor!
__Tira a roupa!
__Não!
__Então, eu vou tirar a sua roupa a força.
Davi ouviu os gritos da vítima enquanto o delinqüente arrancava as suas roupas e foi até onde os bandidos e a vítima estavam.
O marginal armado com o revólver foi surpreendido pelo Herói que o atacou por trás lhe quebrando o pescoço.
__Um vagabundo a menos.
Quando o outro delinqüente ia começar a estuprar a vítima, o agente federal armado com o revólver do bandido morto gritou:
__Deixe ela em paz!
__Droga! Não me deixam nem dar uma trepadinha.
O facínora se virou para atirar no Herói, mas Davi foi mais rápido e efetuou um disparo que atingiu o braço direito do malfeitor o fazendo largar a arma.
__Se entregue, e eu pouparei a sua vida.
__Eu vou acabar com a sua raça!
O estuprador assassino avançou no agente federal e foi atingido por dois disparos. Um tiro no coração e outro disparo na fronte. O bandido caiu morto e duro no chão.
Davi se aproximou da mulher e a acalmou a ajudando a vestir as suas vestimentas. A vítima foi levada para uma delegacia pelo Herói e depois foi levada para a sua casa.
__Fique com Deus, moça. Que o Altíssimo te proteja de todo mal.
__Muito obrigado por me salvar!
__Eu não fiz mais do que a minha obrigação. Eu sempre quis ser policial para isso mesmo. Eu sempre quis proteger os indefesos.
O Herói voltou para a sua residência e foi avisado por seus companheiros de que Lúcifer e seus súditos tramavam atacar a Terra novamente. Davi e os demais Guerreiros de Cristo se prepararam para a grande batalha que ocorreria. O arcanjo Miguel e seus anjos observavam os heróis e aguardavam à hora certa de ajudá-los.
Satanás e os príncipes do Inferno atacaram todos os cantos do mundo. Astaroth usou o seu poder maldito para causar desastres naturais e os demais demônios aterrorizavam a raça humana com todas as pestes e desgraças que se podia imaginar.
Os Guerreiros de Cristo invadiram o palácio de Baal-Zebube, o Senhor das Moscas, para detê-lo. Quando os heróis entraram no castelo resolveram se separar e eles iriam enfrentar o maior desafio de suas vidas.
Davi prosseguiu caminhando na direção da sala real e foi surpreendido por Asmodeus.
__Se quiser entrar na sala real terá que passar por mim primeiro. Saiba que lutar contra mim é suicídio, porque você não tem nenhuma chance de me vencer.
__Eu te enfrentarei com a ajuda de Deus. O Todo-Poderoso te entregará em minhas mãos. Eu te vencerei em Nome do Senhor dos Exércitos.
Asmodeus soltou várias descargas elétricas em Davi o deixando estirado no chão. O Herói se levantou e ficou em posição de combate. O demônio desferiu um potente soco direto em seu estômago o derrubando, mas Davi se levantou novamente.
__Como você consegue se levantar depois de receber o meu poderoso golpe? Saiba que eu sou a arma secreta de Lúcifer contra o Messias. Não há nenhuma possibilidade de você me derrotar. Hahahahahahahahahaha.
Jeú entrou em uma sala onde muitas pessoas foram sacrificadas em adoração aos demônios e se deparou com Belphegor, o Senhor do Fogo.
__Prepare-se para morrer, porque esse lugar será a sua sepultura.
__Eu posso até morrer, mas não me renderei. Eu usarei toda a minha força e a minha fé para te vencer.
Belphegor usou as suas chamas infernais para tentar carbonizar o militar, mas Jeú se esquivou de suas magias e avançou com ímpeto e fúria desferindo um soco gancho em seu queixo que o deixou atordoado.
__Como você me irritou, eu te mostrarei a minha verdadeira aparência.
Os olhos de Belphegor se tornaram fantasmagóricos e ele se transformou num lobisomem enorme que rugiu de tal maneira que fez o palácio estremecer. O militar se esquivava de suas garras afiadas, mas acabou sendo cortado algumas vezes.
Shiro foi até uma sala onde havia muitos quadros e estátuas e Belial surgiu na sua frente o desafiando para o combate.
__Eu soube que você nunca se deu muito bem com os religiosos hipócritas. Saiba que eu sou o pai de todos os fariseus que mancham o Evangelho com a sua hipocrisia religiosa. Se você deseja realmente uma Igreja Cristã autêntica terá que me derrotar.
__Eu estou disposto a morrer para que a Igreja de Cristo se torne numa instituição decente. Eu te vencerei por todos os cristãos sinceros.
O guerreiro oriental desembainhou a sua Katana e avançou em Belial tentando decapitá-lo. O demônio manipulou os ventos em seu favor e arremessou Shiro longe o fazendo quebrar vários pilares.
Apolo se aproximava da sala onde estava Satanás e foi barrado por uma barreira de gelo. Astaroth caminhou lentamente até o capoeirista e falou:
__Pensa que será tão fácil assim chegar até Lúcifer? Antes, você terá que ganhar de mim. Prepare-se, porque eu congelarei todos os ossos do seu corpo.
__Não tenho medo de você. Com o poder de minha fé eu te destruirei.
Astaroth lançou várias rajadas de gelo e Apolo fez várias acrobacias se esquivando de todas as magias e avançou desferindo um chute lateral na cara do demônio o derrubando. Astaroth se irou e congelou as pernas de Apolo e começou a espancá-lo.
Alexandre procurava pela sala real e Azazel saltou na sua frente lançando várias bolas de energia contra ele. O ex-satanista se esquivou das magias e disse:
__Você é um covarde mesmo, Azazel.
__Hahahahaha. Eu sou um dos demônios de Satã. O que você esperava?
Azazel continuou lançando as suas magias e conseguiu acertar uma bola de energia no abdômen de Alexandre e o arremessou contra a parede.
Ciro enfrentou Leviathan e lançou várias bolas de energia elétrica contra ele. Leviathan se esquivou de todos os ataques e vomitou uma corrente de água afogando Ciro. O Mestiço exibiu as suas lâminas de prata e pelejou ferozmente contra Leviathan, mas o demônio conseguiu golpeá-lo diversas vezes com socos e chutes.
Davi juntou todas as suas forças e trocou socos e chutes com Asmodeus conseguindo desferir um soco uke em seu estômago e vários socos cruzados em seu rosto e o derrubou. O demônio se levantou furioso e lançou vários raios contra o Herói, que se esquivou das magias e correu na direção de Asmodeus e saltou acertando o tórax do demônio com os seus dois pés juntos e o derrotou.
Jeú se esforçou na batalha e desferiu vários tipos de socos e chutes em todo o corpo de Belphegor o derrotando e prosseguiu até a sala de Lúcifer.
Shiro usou as suas grandes habilidades em combate e conseguiu ferir Belial diversas vezes com a sua espada conseguindo vencê-lo.
Apolo conseguiu se libertar do gelo e chutou várias vezes o abdômen e a cara de Astaroth o vencendo.
Alexandre foi atingido algumas vezes pelas magias de Azazel, mas conseguiu derrotá-lo lhe desferindo vários golpes no estômago e no rosto.
Ciro, o Caçador, concentrou todo o seu poder e soltou uma poderosa descarga elétrica em Leviathan e o venceu.
Os Guerreiros de Cristo chegaram até a sala real e lutaram contra Satanás. Abadom, o Destruidor, chegou logo em seguida. O Diabo, usando a sua velocidade da luz, espancou com extrema brutalidade os heróis os deixando estirados no chão. Davi continuou atacando e o Príncipe das Trevas tirou os seus cinco sentidos. O Herói não tinha mais o paladar, o olfato, o tato, a visão e a audição.
__Eu venci. Eu sempre venço. Hahahahahahahahahaha.
De repente, quando tudo parecia estar perdido, um Espírito Excelente (Espírito Santo) se apoderou de Davi devolvendo os seus sentidos e curando os seus ferimentos.
__Agora, eu irei te fazer pagar por cada família que você destruiu. Você sofrerá por cada casamento destruído. Eu vingarei todos os jovens e todas as crianças que você matou. Chegou a hora de você colher tudo o que você plantou.
Davi e Satanás trocaram socos e chutes espancando um ao outro com eficiência. Ambos ficaram feridos, mas se recuperaram logo das feridas. O Herói lutava bravamente e golpeava o Demônio diversas vezes, mas o Rei do Inferno parecia imbatível e permanecia combatendo. O Diabo desferiu um chute faca em seu abdômen e uma giratória em sua cara.
O arcanjo Miguel entrou na batalha desferindo um chute frontal no rosto de Lúcifer. O Herói e o arcanjo espancaram o ex-querubim da guarda o fazendo ficar de joelhos.
__Miguel, como sempre você continua no meu caminho estragando os meus planos. Saiba que logo eu subirei ao Céu e acertarei as minhas contas com o Altíssimo.
Satanás, o Diabo, foi afugentado na base da porrada, mas ele não desistiria do seu objetivo, que era se vingar de Deus.
Os Guerreiros de Cristo conseguiram mais uma vez derrotar Lúcifer e seus capangas fazendo a justiça triunfar sobre a injustiça.
Baal-Zebube, o Senhor das Moscas, reuniu os seus demônios para poder invadir o Céu. Miguel e seus anjos estavam preparados para a grande guerra que sucederia. Assim, o Senhor da Escuridão provocaria o começo do fim.

Nenhum comentário: