segunda-feira, 21 de maio de 2012

O VALE DA SOMBRA DA MORTE



Por que eu nasci? Para que eu existo? Qual é a razão de minha existência? São perguntas que faço para mim mesmo, para Deus, e para as pessoas ao meu redor. Eu nunca tive sorte no amor; e tenho sérios problemas de relacionamento com a minha família. Já cansei de pedir para Deus me matar, e tenho cogitado a possibilidade de eu mesmo resolver esse problema (já que Deus não toma atitude). Eu sempre desejei ser amigo de Deus; e ser um cristão exemplar; mas nunca consegui alcançar essas metas. Eu ainda não tive um encontro verdadeiro com Deus; e nem sei se terei algum dia. Eu conheço a Deus apenas de ouvir falar, mas gostaria muito de conhecê-lo de andar com Ele. Eu quero muito ter um encontro verdadeiro com Deus, para que os meus olhos possam vê-lo e contemplá-lo.

Durante anos, tenho passado pelo Vale da Sombra da Morte, e tenho fincado as estacas de minha tenda nas margens do rio da amargura. Acho que eu nunca serei amado por uma mulher. As mulheres geralmente não gostam de mim. Talvez, se eu fosse um “pegador”, isto é, um “garanhão”, as mulheres me valorizariam. Eu sempre me guardei para a mulher certa, porque eu desejo ser um homem de uma só mulher. Que pena, que ainda está para nascer à mulher que valorizará isso em mim. Eu não tenho jeito com as garotas, ou seja, não sei conversar com elas. Eu não entendo as mulheres; e acho que nunca entenderei. Já pensei várias vezes em me tornar homossexual devido ao meu azar extremo com as mulheres. Talvez, eu tivesse sorte com os homens, mas, infelizmente, eu ainda gosto de garotas. Realmente, não acredito que algum dia a minha sorte mudará em relação a isso. Eu somente digo uma coisa, se o meu destino for o celibatário, eu dou um tiro na minha cabeça, porque eu prefiro morrer do que terminar o resto dos meus dias sozinho.

A minha família nunca me valorizou, porque os meus parentes somente sabem me atacar pedras. Nada que eu faço está bom. Eu tenho certeza absoluta, que se eu morrer, me darão valor. Eu apenas serei valorizado depois de morto. Muitos homens somente são valorizados depois que morrem. Creio que esse será o meu caso.

Eu me suicido sutilmente, isto é, eu estou me matando aos poucos. Eu não me alimento direito e nem pratico exercícios físicos na esperança de pegar alguma doença e falecer. Eu invejo as pessoas que têm doenças terminais, porque eu daria tudo para estar no lugar delas. Não vejo razão para a minha existência. O melhor para mim seria que eu morresse mesmo. Eu almejo a minha própria destruição, mas preferia ser morto pelas mãos dos meus inimigos. Eu desejo morrer em combate, ou seja, quero morrer combatendo como um guerreiro. Gostaria muito de dar dignidade para a minha morte. Eu almejo muito ter uma morte honrada.

Deus, o Altíssimo, me livrou tantas vezes da morte para quê? Para que eu vivesse sofrendo e agonizando até a velhice? Eu não quero morrer velho e sozinho. Prefiro morrer de uma forma gloriosa. Gostaria muito de me sacrificar por alguma causa justa ou por algum ideal nobre. Desejo muito ter uma morte altruísta, isto é, eu quero me sacrificar no lugar de alguém. O que eu mais admiro em Jesus Cristo foi a sua capacidade de sofrer e morrer por pessoas que não são dignas de seu sacrifício altruísta. Eu almejo declarar as virtudes de quem na cruz morreu por amar, porque eu gostaria de, pelo menos, chegar aos pés desse homem que mudou a História derramando o seu sangue inocente por pessoas que não estão nem aí para Ele.

Eu quero saber o que Deus quer de mim? Qual é o propósito do Todo-Poderoso na minha vida? O que Deus espera de mim? Gostaria muito de ter as respostas para essas minhas perguntas. Que Deus tenha piedade da minha alma e me livre dessa opressão.  

2 comentários:

Unknown disse...

Olá, Felipi tudo bem? depois de tudo o que li, creio que não. Mas tá aí,
me identifiquei, muito com voce, e tenho boas notícias...
Estive na mesma situação achando que seria sozinha na vida, queria morrer, não tinha jeito nem mesmo pra amizades, mas quando aprendi PRIMEIRO a amar a Deus, as coisas que eu denominava necessárias na minha vida vieram naturalmente... Deus tem o melhor pra você, e quero que saiba que quando você pensa que está só, DEUS está do seu lado, sofrendo mais do que você mesmo sofre. Coloque Deus em primeiro lugar, chore nos braços DELE, só DEus pode te dar o conforto espiritual, mas não adianta você colocar as outras coisas em primeiro lugar, que é o que vejo que você está fazendo...
Acredite em mim, nem que seja a última vez na sua vida, eu sou prova viva disso. Sou feliz, realizada, me casei e constituí uma família abençoada, e hoje DEUS me manda te dizer : DEIXE ME TE AJUDAR!!

Reflexões de Filipe Levi disse...

Muito obrigado pela compreensão! Ore por mim, porque eu ainda estou com o mesmo problema em relação as mulheres.