quarta-feira, 30 de maio de 2012

A SUPREMACIA DO BEM



“Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo”. (Isaías 14:12-14)

Satanás, o Diabo, é a essência de todo o mal que existe sobre a Terra. Lúcifer é a própria personificação do mal. A maldade e o sofrimento existem por causa da existência desse infeliz. O pecado é a sua maior arma para destruir o homem. Eu sempre pensei que o homem fosse à imagem e a semelhança de Deus, mas para mim o ser humano se parece mais com o Demônio. O pecado é como um vírus mortal que faz os homens apodrecerem por dentro e perderem as suas almas. Somente o sangue de Jesus Cristo pode purificar os homens do pecado.

Durante anos, tenho sofrido por causa de minha incapacidade de fazer algo a respeito sobre a existência do mal. Eu já vi que ignorar o mal não resolverá o meu problema. Eu odeio o Diabo mais do que tudo na minha vida; e me sinto impotente por não poder descer a porrada nele. Como eu gostaria de bater nesse desgraçado! O pecado tem me escravizado, por isso, estou preso a correntes. A minha carne tem me incomodado, porque eu não aceito o fato de eu ser homem, ou seja, ter hormônios. Sinto vergonha de minha sexualidade; e tenho muita dificuldade de aceitá-la. Como eu gostaria de ser um santo, e não cometer deslizes! Desejo muito buscar a santidade para que eu possa ver a Deus. Não sei se algum dia me casarei com alguma mulher, mas desejo mesmo me guardar até o meu casamento.

Tenho desejo ardente de praticar o bem, mas o mal que eu não quero fazer eu faço. Quero muito fazer o que é certo, mas sou mandado para o tronco todos os dias como se eu fosse um escravo rebelde. Desejo ardentemente ser amigo de Deus e seguir a Jesus Cristo, mas a minha carne tem me derrubado constantemente. Gostaria muito de ser templo do Espírito Santo, mas o meu interior é cheio de imundice. Eu sou um animal imundo diante da presença de Deus. Não sou digno que o Deus Vivo me escute e atenda as minhas orações. Não mereço que Deus tenha piedade da minha alma.

Eu sempre admirei os heróis, porque eles são homens que amam mais os inocentes do que as suas próprias vidas. Os heróis vivem para a justiça; e não para si mesmos. Os heróis estão dispostos a morrer pelos outros. Como eu gostaria de ser como esses heróis! Desejo muito ser bom e honrado. Gostaria mesmo de viver em prol da justiça e não me prender aos meus problemas. Eu quero ser forte e poderoso, porque quero usar os meus punhos e os meus talentos para promover a justiça e o amor. Não quero usar os meus punhos e os meus talentos em causa própria, mas desejo usá-los em prol dos desamparados. Quem me dera se eu me tornasse forte e poderoso para poder proteger os indefesos. Eu entendo os fracos, porque também sou fraco. Por isso, eu aprendi a ter compaixão pelos outros. Devo viver para fazer a diferença e ajudar os oprimidos. Não quero me omitir diante do mal, porque quem se omite sempre escolhe o lado do opressor. Eu acredito nos heróis; e sempre oro em favor deles para que o bem prevaleça.

A injustiça será para sempre injustiça; e a justiça será eternamente justiça. O mal não é nada além do mal; e o bem sempre vencerá no final. Não importa o quanto os vilões tentem distorcer a História, a verdade é imutável. A vontade de Deus é que as forças do bem prevaleçam sobre as forças do mal. Eu sonho com a supremacia do bem, porque eu amo a justiça. Eu sei que quando eu conhecer a verdade de fato, eu serei liberto. A verdade me libertará. Que a honra e a bondade prevaleçam no meu coração.

Nenhum comentário: