domingo, 10 de junho de 2012

A VIDA E A MORTE



A vida é muito complicada, pois não vejo a vida com bons olhos. Os homens nascem somente para sofrerem e depois sucumbirem diante de algo tão complexo e inevitável como a morte. A vida é cheia de sofrimento; e a morte é algo que ninguém pode evitar. A única certeza que podemos ter na vida, é de que algum dia todos nós iremos morrer. Desde que me conheço por gente, eu tenho curiosidade de conhecer a morte. Há muitos anos, desejo morrer, mas a morte ainda não veio me buscar. Apesar de eu pensar sempre em morte e destruição, eu sou um cara sensível. Sou tão sensível, que muitas vezes, eu duvido de que sou realmente homem. Contarei um pouco sobre a minha angústia, porque preciso desabafar.

Sempre tomei as dores das outras pessoas e sofro por causa da dor dos inocentes. Sempre desejei ser um herói para poder defender os fracos e oprimidos. Gostaria muito de ser forte e poderoso para poder proteger os indefesos. Desejo ardentemente fazer a diferença nesse mundo. Eu posso ser um fracassado, mas sou obrigado a admitir que sou íntegro e honrado. Quero viver para a justiça; e não para mim mesmo. Eu sou um homem que daria a vida pelos outros. Já que desejo morrer mesmo, seria mais bonito se eu morresse para salvar alguém.

Gosto muito de assistir o anime “Saint Seiya”; e fico muito emocionado quando vejo o episódio que o Shaka de Virgem morre. Shaka enfrentou os cavaleiros de ouro, Camus de Aquário, Shura de Capricórnio, e Saga de Gêmeos. Nessa batalha, Shaka, estava preparado para morrer, tanto que ele escolheu a morte ao invés da vida. O cavaleiro de Virgem escolheu morrer nessa peleja, porque ele estava preparado para enfrentar a morte. Saga, Shura, e Camus usaram a técnica proibida “Exclamação de Atena” e mataram Shaka. O cavaleiro de Virgem recitou um poema lindo antes de morrer; e concordo com cada palavra que ele disse antes de sucumbir perante seus inimigos. Assim, como Shaka de Virgem, eu também estou preparado para morrer.

Por que eu nasci? Para que eu existo? Qual é o propósito de Deus na minha vida? São perguntas que sempre faço para mim mesmo. Gostaria de saber qual é a razão de minha existência? Deve haver algum propósito para eu existir. Em muitas ocasiões era para eu ter morrido, mas eu sobrevivi. Quero saber o porquê de Deus ter me livrado tantas vezes da morte. Se o Diabo quer tanto me ver morto, deve ser, porque eu sou realmente importante. Tenho complexo de inferioridade, ou seja, me acho um lixo. Não me acho bonito; e tampouco vejo valor em mim.

Nunca tive sorte com as mulheres, porque as garotas não gostam de mim. As mulheres não me suportam pelo simples fato de eu ser verdadeiro e sincero. Sempre as respeitei; e elas nunca me valorizaram. Nem sei se a mulher certa para mim realmente existe. Penso seriamente em fazer castração química, somente para não gostar mais de mulher. Não quero gostar de homens, mas também não quero mais gostar de mulheres. Eu não suporto ter hormônios; e odeio ser jovem. Eu não aceito a minha sexualidade, isto é, gostaria de ser um santo, mas, infelizmente, eu sou feito de carne e osso. Não quero ser homossexual, mas também não quero mais sentir atração física por mulheres. Já sofri demais por gostar de mulheres. As garotas nunca me valorizaram, por isso, eu quero esquecê-las. Quem me dera se eu deixasse de gostar de mulheres, pois voltei a pensar seriamente em aderir o celibatário. Já que as garotas não gostam de mim, talvez, seja melhor eu me tornar celibato.

Viver é complicado; e morrer é difícil. Eu posso estar vivo fisicamente, mas o meu espírito está morto. O meu coração está tão podre que já cheira até mal. Gostaria muito que Deus me devolvesse à alegria de viver. Que Deus tenha piedade da minha alma.     

Nenhum comentário: