terça-feira, 1 de janeiro de 2013

A MINHA DECEPÇÃO COM A ESQUERDA BRASILEIRA



Durante toda a minha juventude, eu fui esquerdista, pois admirava homens como o Carlos Lamarca e o Che Guevara. Eu realmente acredito que esses guerrilheiros eram homens bons que queriam mudar o mundo da maneira deles. Infelizmente, a esquerda de hoje (especialmente, a brasileira) é nojenta. Hoje, os esquerdistas pregam coisas que Karl Marx nunca ensinou, como, por exemplo, a legalização das drogas, o apoio ao aborto, a depravação sexual, e a defesa compulsiva em favor dos marginais. A esquerda brasileira se tornou repugnante; e qualquer um que ouse questionar os esquerdistas é taxado de reacionário e conservador. Realmente, se não apoiar essas bizarrices que os esquerdistas apóiam é ser reacionário e conservador, então, eu sou reacionário e conservador mesmo. Os marxistas brasileiros pouco se importam com os direitos dos trabalhadores, porque eles estão mais preocupados em ficar fumando maconha enquanto pregam as suas bizarrices. Neste texto, quero contar sobre a minha decepção com a esquerda brasileira, que se tornou numa aberração.

“O que justifica o perverso e o que condena o justo, abomináveis são para o Senhor, tanto um como o outro”. (Provérbios 17:15)

Os marxistas brasileiros pregam que a pena capital é selvageria e barbárie, mas eles apóiam o aborto com unhas e dentes. O interessante desses dementes, é que para eles matar os bandidos tem problema, porque os bandidos são uns “coitadinhos”, mas matar as crianças inocentes que nem nasceram não tem problema nenhum. Isso é incoerente demais para eu entender. Isso para mim é doentio.  

Os marxistas apóiam revoluções armadas contra ditaduras de direita, mas eles pregam o Desarmamento. Pelo que eu saiba, revoluções armadas são feitas através das armas, e não com buquês de flores. Para os marxistas, os cidadãos de bem não podem portar armas, porque é o dever do Estado protegê-los, mas eles mesmos pregam que a polícia não presta pelo simples fato dela ser positivista. Esses babacas dizem que admiram Che Guevara e Carlos Lamarca, mas eles são contra as armas. Isso é incoerência demais para eu entender.

Os marxistas brasileiros estão dispostos a fazer campanhas em favor da maconha, do Desarmamento, e do aborto, mas eu não os vejo fazendo campanhas contra a corrupção e a favor do emprego. Acredito que eles estão mais preocupados em usar drogas, e em sair transando com todo mundo, do que em lutar pelos direitos dos trabalhadores.

No meu curso de História, eu sou obrigado a falar e escrever coisas que eu não concordo somente para ganhar nota, porque eu apenas falo e escrevo o que os meus professores marxistas querem ouvir e ler. Os cursos de História do Brasil são ditaduras. Se você acredita em Deus e na Bíblia você é motivo de chacota. Ninguém respeita a sua fé (seja ela qual for). Esses marxistas alienados pregam coisas que eles não praticam (parecem até os religiosos hipócritas), porque esses tapados pregam contra o Capitalismo, mas eles mesmos usufruem das coisas do Capitalismo, ou seja, esses marxistas são hipócritas mesmo.

Outro absurdo que os esquerdistas brasileiros pregam é que a função da cadeia é ressocializar os presos, mas segundo a própria Bíblia, a Palavra de Deus, o dever do Estado é punir os criminosos, e não ser brando com eles. No capítulo 13 da Carta aos Romanos, e no capítulo 2 da Primeira Epístola de Pedro, Deus é muito claro quando mostra através dos seus apóstolos, Paulo e Pedro, a sua vontade em relação ao governo. A vontade de Deus é que o Estado castigue os malfeitores, e enalteça os cidadãos de bem. Portanto, essa “historinha” de que é o dever do governo ressocializar os presos é papo-furado do Diabo, porque Deus instituiu o Estado para punir os marginais, e para louvar os homens que praticam o bem. A justiça deve ser punitiva, e não ressocializadora. Os bandidos precisam ser punidos para pagarem por seus crimes.

Eu, particularmente, não tenho nada contra Karl Marx, pois considero até interessantes as teorias dele, mas já estou farto da hipocrisia dos marxistas brasileiros. Se os marxistas brasileiros lutassem pelos direitos dos trabalhadores e por mais igualdade, eu até os apoiaria, mas esses imbecis estão mais preocupados em defender as drogas, o aborto, e os marginais. Por isso, decidi me tornar num conservador de direita, isto é, num reacionário mesmo.

Espero ter sido claro e objetivo no meu texto, pois eu quis desabafar sobre a minha revolta com a esquerda brasileira, que se tornou na coisa mais bizarra da Terra.

3 comentários:

Adriano Couto disse...

Assino embaixo, o mesmo ocorreu comigo, o ápice da minha decepção foi quandro entrei na acadêmia para cursar Ciências Sociais, antro de comunistas, debilóides. Até então eu era fanzaço do comunismo. Deposi então fui estudando afundo, hoje estou no outro lado do espectro político.

Reflexões de Filipe Levi disse...

Cara, estou muito feliz que tenha sido você a comentar no meu blog. Eu já achei que era alguém me xingando (os religiosos hipócritas que adoram). Que bom que você me compreende. Geralmente, as pessoas comentam no meu blog me xingando. Fico feliz que tenha sido você.

Adriano Couto disse...

Não esquenta...já estou acostumado com esse tipo de gente...tentei achar o ícone do Google de seguir no teu blog e não achei. Tenho 2 blogs, um "secular" que é o Opinião & Cia (http://www.opiniocia.blogspot.com) é o mais acessado, falo sobre política, religião, economia, filosofia, história, sociologia, etc...esse blog é a minha trajetória, quem ver as primeiras postagens será de um comunista convicto ao longo do tempo, a maturidade se apresenta, tomara que vc goste. O outro que é o meu blog cristão, chamado Veritas et Judicio (http://www.veritasetjudicio.blogspot.com, foca quase q exclusivamente assuntos relacionados a fé cristã. Te convido a visitar e seguir os 2.