sábado, 6 de abril de 2013

ALMA ABATIDA



Ultimamente, tenho estado muito abatido, devido à falta de atenção por parte dos evangélicos e das mulheres. Os crentes simplesmente me desprezam; e as pessoas do mundo são extremamente atenciosas comigo. Os cristãos têm a cara-de-pau de dizerem que é por causa do final dos tempos que eles são frios e não amam ninguém, ou seja, esses safados distorcem o Apocalipse para poderem justificar as suas falhas e os seus erros. Os meus amigos de infância (que são crentes) pouco se importam comigo, porque eles não me ligam para saberem se eu estou vivo ou bem. Na verdade, nenhuma igreja evangélica (pelo menos, todas as que conheci) se importa com as pessoas. Os visitantes são esquecidos, e as pessoas mais carentes são desprezadas. Essa falta de amor e consideração dos crentes me enoja. Na verdade, os espíritas e os católicos são muito mais íntegros e corretos do que os evangélicos.

O que realmente tira a paz do meu coração é a minha situação com as mulheres. Eu apenas queria que as garotas me desejassem, isto é, que me achassem atraente. As mulheres não gostam de mim pelo simples fato de eu ser decente e respeitá-las, pois se eu as tratasse como objetos, elas me amariam. Infelizmente, eu não consigo ser cafajeste, porque eu sou realmente honrado e íntegro (apesar de todos os meus defeitos bizarros, eu tenho essas qualidades). Já me apaixonei por muitas garotas, e as evangélicas foram as que mais me decepcionaram. As garotas crentes que conheci, durante os anos de minha existência, em sua maioria, são literalmente prostitutas, pois elas se prostituem com todos os homens que encontram pelo caminho. Essas meninas não têm nenhum respeito ou consideração por Deus, e nem por elas mesmas.

Ontem à noite, quando eu estava no ônibus voltando da faculdade, eu estava chorando (de uma forma discreta), por causa do medo extremo que tenho de terminar sozinho sem ninguém. Morro de medo de acabar sozinho. O maior sonho do meu coração no momento é encontrar uma companheira. Desejo muito uma mulher que seja formosa e encantadora aos meus olhos. Quero muito uma garota que seja legal para conversar e que tenha coisas em comum comigo. Se for para eu viver até o fim dos meus dias solteiro, prefiro morrer. Eu prefiro mil vezes a morte do que a solidão. Almejo infinitamente mais a minha própria destruição do que nunca ser amado por uma mulher e amá-la intensamente com toda a força do meu coração.

Por que está abatida, ó minha alma? Por que está angustiado o meu coração? Faço essas perguntas na esperança de obter as verdadeiras respostas. Na verdade, eu sei que é por causa da negligência da Igreja de Cristo que eu estou sofrendo sem que ninguém me ampare. Eu sofro de depressão, e desejo ardentemente morrer, pois para mim a morte seria um alívio. Morrer é muito mais fácil. Lutar não vale à pena. Cansei de pelejar lutas que não levam a nada. Para mim, acordar todos os dias é um tormento, porque eu gostaria de dormir e não acordar mais. O meu sonho é fechar os meus olhos e nunca mais abri-los. Gostaria muito de que o meu fôlego de vida fosse tirado, para que eu possa descansar em paz. Estou cansado da vida, e da hipocrisia dos evangélicos. A omissão dos cristãos chega a me dar ânsia de vômito (na verdade, a Igreja Cristã não é nem digna do meu vômito).

O suicídio ronda os meus pensamentos, pois essa sugestão sempre está na minha mente. Não vejo valor na minha vida. Não há razão para a minha existência. Descobri que não escrevo tão bem assim, porque cometo muitos erros de concordância. Também as pessoas não se interessam em ler o que escrevo. Talvez, se eu escrevesse sobre putaria ou sobre o poder do Diabo, os cristãos se interessariam em ler o que escrevo. Este texto é apenas mais um desabafo. 

Nenhum comentário: