terça-feira, 2 de abril de 2013

JUSTIÇA DIVINA



“Quem é este, que vem de Edom, de Bozra, com vestes de vivas cores, que é glorioso em sua vestidura, que marcha na plenitude da sua força? Sou eu que falo em justiça, poderoso para salvar. Por que está vermelho o traje e as tuas vestes como as daquele que pisa no lagar? O lagar eu o pisei sozinho, e dos povos nenhum homem se achava comigo; pisei as uvas na minha ira; no meu furor as esmaguei, e o seu sangue me salpicou as vestes e me manchou o traje todo. Porque o dia da vingança me estava no coração, e o ano dos meus redimidos é chegado. Olhei, e não havia quem me ajudasse, e admirei-me de não haver quem me sustivesse; pelo que o meu próprio braço me trouxe a salvação, e o meu furor me susteve. Pisei os povos na minha ira, embriaguei-os no meu furor, derramando por terra o seu sangue”. (Isaías 63:1-6)

Deus, o Altíssimo, desde o Antigo Testamento castiga os povos que se rebelam contra os seus santos mandamentos. Deus levanta uma nação para castigar outra nação. O Todo-Poderoso pune severamente todos os pecadores que não se arrependem de seus pecados. Adonai domina sobre os reinos dos homens, e estabelece no poder a quem Ele quer. Yavé é justo, portanto, Ele não tolera a injustiça. O Deus Vivo é o Vingador do sangue inocente. Durante anos, eu duvidei da justiça divina, mas, com o passar do tempo, cheguei à conclusão de que o Deus judaico-cristão é realmente justo.

“Atendei, ó estúpidos dentre o povo; e vós insensatos, quando sereis prudentes? O que fez o ouvido, acaso não ouvirá? E o que formou os olhos, será que não enxerga? Porventura quem repreende as nações, não há de punir? Aquele que aos homens dá conhecimento? O Senhor conhece os pensamentos do homem, que são pensamentos vãos”. (Salmo 94:8-11)

O Senhor dos Exércitos sabe de todas as coisas, porque Ele está em todo o lugar e tem todo o conhecimento. O Altíssimo é o dono de todo o poder. Inúmeros “cristãos safados” pensam que podem enganar a Deus, mas eles estão totalmente enganados. Deus vê tudo e ouve tudo, pois nada é oculto para Ele. Deus conhece os pecados mais íntimos das pessoas. Deus é justo. Com Deus não se brinca. De Deus não se zomba. Todos os homens, cristãos e incrédulos, prestarão contas a Deus por todos os seus atos. Todas as pessoas terão que responder por cada uma de suas obras. Portanto, os religiosos hipócritas que fingem ser “santos” dentro das igrejas, mas fora pecam escondidos ignorando totalmente a existência de Deus, arcarão com as conseqüências de seus pecados. Não quero pregar o Evangelho do Medo, até porque eu não concordo com a Teologia do Medo, porque acho que as pessoas têm buscar a Deus por amor, mas incontáveis evangélicos levam as coisas de Deus na brincadeira, e isso não se faz. A essência de Deus é o amor, mas o seu princípio é a justiça. Deus é o Justo Juiz; e com Ele não se brinca. Deus castiga mesmo, quando as pessoas zombam de sua soberania menosprezando o seu grande poder e a sua grandiosa justiça.

Os bandidos, que praticam os seus crimes hediondos achando que ficarão impunes, serão severamente castigados, porque eles podem escapar da justiça dos homens, mas jamais poderão escapar da justiça divina. Deus não tem o culpado por inocente. O Altíssimo não encobre os erros de ninguém. Ninguém pode fugir da justiça de Deus.

Deus tem o controle sobre todas as coisas, porque nada pode fugir do seu domínio. Deus é soberano. O Todo-Poderoso estabelece reis e depõe reis. Deus levanta grandes generais e os derruba quando bem entende. Deus exalta uma nação e humilha outra nação. Deus faz o que quer com os habitantes da Terra, porque Ele é o Soberano Senhor; e ninguém pode questioná-lo. Até Satanás somente consegue fazer o que quer com a permissão de Deus. Deus cria a luz e as trevas, porque Ele é o Deus supremo.   

Nenhum comentário: