quinta-feira, 11 de julho de 2013

GRANDE VÁCUO


“Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu”. (Salmo 42:11)

Tenho conversado contigo todos os dias, não é mesmo, Deus de Israel? Tenho aberto o meu coração para ti todas as vezes que oro. Muitas aflições têm me afligido, mas ainda confio que o Senhor me ajudará. A dor no meu pobre e tosco coração é tão aguda, que acho que não irei suportar por muito tempo. Sinto um vazio imenso no meu coração, pois sempre acreditei que os cristãos tinham o vazio da alma preenchido, mas o vazio dentro de mim permanece. Tenha piedade de mim, Senhor dos Exércitos!

Lembro-me quando eu ia à sala de maquinas, no último andar do prédio onde eu morava, quando criança e adolescente, para conversar contigo, porque eu sentia a sua presença lá. Eu passava horas conversando com o Senhor, Deus Vivo. Quando me mudei para o bairro Vila Rubi, eu costumava ir a Represa Guarapiranga orar, porque nesse lugar me sentia mais próximo de ti. Como sinto falta desses lugares onde eu conversava contigo! Como sinto falta do meu relacionamento com o Senhor, Altíssimo!

A minha adolescência foi o auge do meu Cristianismo, pois naquela época eu me considerava um cristão de verdade. O Senhor conhece cada um dos meus pecados, e o Senhor sabe que os meus pecados são muitos. Eu sou um porco imundo, e um cão nojento, por causa dos meus atos pecaminosos. Como eu gostaria de parar de cair sempre nos mesmos pecados e poder agradar o seu coração! Quem me dera fazer a sua vontade e ser seu amigo! Eu só te conheço de ouvir falar, Deus, mas gostaria muito de te conhecer de contigo andar. Quero muito poder te ver com os meus olhos, e contemplá-lo. Perdoe-me pelos meus inúmeros pecados! Perdão pela minha promiscuidade! Perdoa-me pela minha depravação! Por favor, me perdoe por ofender a sua santidade com os meus pecados! Perdão!

Uma coisa que me entristece muito, Deus, é que as pessoas não me valorizam (elas falam que é para eu me valorizar, mas elas mesmas não fazem isso). Uma das poucas coisas que sei fazer na vida é escrever, mas as pessoas desprezam as coisas que eu escrevo. O que me dói muito no coração é o fato dos evangélicos preferirem ler livros sobre Satanismo ou sobre depravação sexual, do que ler os textos com embasamento bíblico que eu escrevo. As pessoas dizem que eu não tenho assunto, mas tenho variado os meus assuntos. Os cristãos preferem ler os livros e textos dos meus desafetos, do que ler as coisas que eu escrevo. Isso machuca muito o meu coração. Eu escrevo sobre a sua soberania, e sobre a Salvação de Jesus, mas, infelizmente, os crentes preferem ler sobre assuntos demoníacos ou sexuais. Chegará o dia, que eu pararei de escrever. Desculpe-me por desprezar assim o talento que o Senhor me deu, mas cansei de me dedicar em escrever para as pessoas simplesmente não lerem, e as poucas que lêem ainda criticarem o que escrevo.

Descobri que eu não posso ter opinião, porque se eu gosto da polícia, eu sou fascista ou nazista. Se eu gosto de artes marciais, eu sou satanista, ou na melhor das hipóteses eu sou budista. Se eu gosto de armas, eu sou um bandido ou um terrorista. Se eu gosto de animes e de videogames, eu sou um endemoninhado. É assim que as pessoas me rotulam, por eu simplesmente ter opinião e personalidade. Sinceramente, eu não agüento mais tanta intolerância e imbecilidade, Deus.

O que mais tem me angustiado ultimamente é a falta de uma companheira. Eu tenho vinte e nove anos, Deus, e nunca namorei. Isso acaba comigo. Gostaria muito de conhecer uma garota que fosse bela aos meus olhos e que agradasse o seu coração. Quem me dera preencher esse grande vácuo dentro de mim.

Tenho orado por muitas pessoas na esperança de que o Senhor as salve, as abençoe, e as proteja de todo o mal. As pessoas por quem eu oro simplesmente ignoram a minha existência (como ignoram a sua existência também, apesar de conhecerem a Verdade). Por favor, Deus, converta essas pessoas, abra os olhos delas para que elas possam enxergar a Verdade novamente. Por favor, Deus, liberta essas pessoas do pecado. Eu imploro para que o Senhor derrame a sua misericórdia sobre as vidas delas, porque elas são muito importantes para mim. Conto com a sua compreensão, e espero que o Senhor atenda o meu clamor. Amém.

3 comentários:

Sayonara Gata disse...

Amei seus textos sou evagenlica mais me encaixo na maioria das coisas que vc escreve.. Nao pare de escreve pq é atraves de vc que muitas pessoas podem se chegar a cristos jesus! Beijos...
Att: sayonara

Reflexões de Filipe Levi disse...

Muito obrigado!Mas, estou muito desanimado em escrever, porque estou muito triste. As pessoas (principalmente, as garotas) desprezam as coisas que eu escrevo. Fico feliz, que, pelo menos, você goste. Obrigado novamente.

Marcelo de Paula disse...

Escreva independente de reconhecimento humano. O reconhecimento que vale é o de Deus acima de tudo, e de pessoas como a Sayonara.