sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

EM NOME DO AMOR


Eu sou um homem que se interessa pelo combate e que admira os guerreiros, mas também reconheço a importância do amor. O amor é o combustível da vida, pois é ele quem muda e transforma as pessoas. Existem vários tipos de amor, como, por exemplo, o amor entre pais e filhos, o amor entre irmãos, o amor entre amigos, o amor entre homens e mulheres, e, principalmente, o amor que mais admiro, que é o amor por uma causa justa ou por um ideal nobre. Incontáveis homens que passaram durante a História amaram as suas ideologias e suas crenças. Apesar de discordar da intolerância religiosa, política, e ideológica, tenho admiração por homens que lutam e defendem os seus ideais. O amor é o que motiva as pessoas viverem. Quando encontramos o verdadeiro amor, seja uma crença, uma ideologia, ou um conjugue, nos tornamos completos e realizados.

Admiro muito a História Tradicional (sou totalmente contra a visão marxista de ver a História). Admiro muito os líderes e seus atos heróicos, e não me interesso nem um pouco com a historinha fútil de pessoas que vivem na mediocridade. Não me interessa saber se o marido traiu a esposa, ou o que o bêbado conversa no bar com outros cachaceiros, ou se tal time de futebol venceu, ou quem traiu quem na novela. Mas, o que me interessa, são as pessoas que fizeram algo pela sociedade, ou seja, que contribuíram de alguma forma para melhorar o mundo. O que me importa é se os homens amaram os outros mais do que eles próprios e sacrificaram as suas vidas em prol da humanidade. São apenas essas pessoas que me interessam, e não o “povão alienado” que nem sabe o que está acontecendo em seu país e no mundo. Quero deixar bem claro, que admiro as pessoas simples e puras, mas não suporto alienação. Desejo que Deus trabalhe no meu coração, e arranque todo o preconceito que há nele. Nunca tive preconceito racial ou étnico, pois não tenho nada contra etnia nenhuma, mas abomino a ignorância política, religiosa, e ideológica. Realmente, não tenho paciência com pessoas ignorantes e desprovidas de inteligência. Deus precisa trabalhar isso em mim.

Aprendi com a Bíblia, a Palavra de Deus, que devo fazer mais pelos outros do que por mim mesmo. Durante anos, defendi esse livro com unhas e dentes, mas deixei de viver segundo o que aprendi nele. Com o passar do tempo, o Espírito Santo tem trabalhado no meu coração e me mudado aos poucos. A minha missão é pregar o Evangelho para as pessoas, para que elas sejam salvas. Jesus Cristo sofreu e morreu numa cruz para que todos os seres humanos que o aceitarem como o seu único e suficiente Salvador sejam salvos da morte eterna e consigam a vida eterna. O amor é a arma mais poderosa que existe. Se o homem aprender a amar, ele verdadeiramente será forte, pois somente os homens fortes amam e perdoam. Os fracos são incapazes de amar e perdoar. Só os fortes amam e perdoam.

O amor não folga com a injustiça, e nem se omite diante do mal. Há diferença entre amor e omissão. Passar a mão nas cabeças dos bandidos e encobrir os erros dos malfeitores é ser omisso, e não ser amável. Inocentar os culpados é abominável para Deus. Omitir-se perante o mal é tão grave quanto praticar o próprio mal (para mim, é até pior). Portanto, devemos combater o mal belicamente se for preciso, mas devemos fazer isso em nome da paz e do amor, para que a lei e a ordem se restabeleçam.

Deus ama o ser humano, e quer salvá-lo. O Altíssimo ama a humanidade (principalmente, os seus escolhidos). O Todo-Poderoso é justo, mas também é extremamente amoroso e misericordioso. A sua essência é o amor, mas os seus princípios são de justiça. Deus é a personificação do amor, e também da justiça. Os maus devem temer a justiça de Deus; e os bons devem amá-lo de todo o coração. Deus abomina a injustiça, porque Ele ama a justiça. Deus protege os inocentes e pune os culpados. Adonai é o defensor dos fracos e oprimidos, portanto, os malfeitores tremam e temam diante d’Ele. Todos os homens devem se submeter à autoridade da Palavra de Deus, porque dela procede à vida. Deus estabeleceu os seus Santos Mandamentos, porque Ele ama as pessoas, e quer o bem delas. O amor é o maior Mandamento. Portanto, amem e perdoem, porque se vocês amarem e perdoarem, vocês serão verdadeiramente livres. O amor é a única coisa que pode realmente mudar o mundo. Acreditem no amor.   

Nenhum comentário: