sábado, 8 de março de 2014

QUERO AINDA ACREDITAR NO SER HUMANO


“A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo”. (Tiago 1:27)

Os homens se esqueceram de Deus e dos seus Santos Mandamentos, mas ainda quero acreditar que o ser humano é bom e se voltará para Deus. Estou triste e deprimido por causa da omissão dos cristãos e da maldade das pessoas. Os homens não respeitam a natureza e nem os seus semelhantes. O que vejo, é pai matando filho; e filho matando pai. Irmão matando irmão. Marido matando a esposa e os filhos. A crueldade e a vilania estão incrustadas nos corações dos homens. Os seres vivos são massacrados de tal forma que muitas espécies já foram extintas da face da Terra. Os seres humanos estão procurando à ira de Deus e vão encontrá-la. Deus tem sido misericordioso com a humanidade, mas a paciência de Deus tem limite.  

Quando o Império Romano perseguia a Igreja de Cristo, os cristãos primitivos levavam as coisas de Deus a sério. Infelizmente, incontáveis pessoas boas e inocentes foram massacradas com as perseguições. Com o Édito de Milão, em 313, os cristãos passaram a ter a sua tão sonhada liberdade religiosa. Em 325, houve o Concílio de Nicéia, onde os livros da Bíblia foram reunidos. Mesmo, com as perseguições vindas do Império Romano, Deus estava no controle da situação.

Quando houve a Reforma Protestante, em 1517, os reformadores cooperaram para que os cristãos voltassem para as Escrituras Sagradas. Houve muitas perseguições vindas por parte da Igreja Católica, mas os protestantes (cristãos que protestavam até com armas quando era preciso) suportaram os inúmeros martírios. Só que dessa vez, os cristãos se defenderam. Os puritanos na Inglaterra, os huguenotes na França, e os luteranos na Alemanha, empunharam armas e pelejaram ferozmente contra os seus perseguidores. Houve a Guerra Dos Trinta Anos (1618-1648), quando os católicos e protestantes guerrearam um contra o outro. Foi um banho de sangue, para que a Igreja de Cristo restituísse a sua identidade.

Nos países comunistas e em muitas nações islâmicas, os cristãos também foram e ainda são muito perseguidos. Milhões de cristãos foram torturados e mortos com requintes de crueldade por causa de sua devoção a Deus e sua Palavra. Bíblias foram queimadas e templos destruídos. Infelizmente, foi sempre a perseguição que motivou os cristãos a buscarem mais a Deus e a purificar a Igreja das heresias.

Estou contando tudo isso, porque a Igreja não tem mais influenciado o mundo, mas, sim, o mundo tem influenciado a Igreja. O pecado da hipocrisia tem corroído os alicerces da Igreja Protestante. Os protestantes se esqueceram o que é protestar, pois, hoje, eles são totalmente omissos. Existem poucos evangélicos que ainda levam as coisas de Deus a sério. A Igreja tem que impactar a sociedade com a sua diferença, e não com a sua igualdade. A Igreja tem que ser diferente do mundo, e não igual ao mundo. Os cristãos devem mostrar para a humanidade que Jesus Cristo é a Única Salvação, e o Único Caminho para se chegar até Deus. Mas, a Igreja, tem que mostrar isso com atitudes de amor.

Estamos à beira da Terceira Guerra Mundial, pois muitos países estão em guerra, e com as suas alianças militares arrastarão todo o mundo para essa Grande Batalha. Armas químicas e nucleares podem ser usadas nessa guerra. Se isso acontecer, a civilização humana entrará em declínio. O apocalipse tão retratado em filmes de ficção acontecerá. A barbárie tomará conta da população, e a sociedade que conhecemos hoje, não existirá mais. Os homens serão ainda mais bestiais e perversos do que os homens maus atuais. A bondade desaparecerá quase por completo, e o amor se esfriará de quase todos.

Por favor, cristãos, se voltem para Deus antes que seja tarde demais. Intercedam pelas autoridades para que Deus lhes dê sabedoria para governarem. Orem pelos aflitos, e socorram os órfãos e as viúvas, para que assim o Senhor veja, e detenha a sua poderosa mão. Deus está perdendo a sua paciência com as pessoas (principalmente, com os cristãos), portanto, busquem ao Senhor enquanto ainda podem achá-lo, porque quando Deus resolver punir a Igreja por causa de sua desobediência, depois não digam que eu não avisei. Quero ainda acreditar na humanidade, e quero crer, de que a Igreja abrirá os seus olhos há tempo, antes que seja tarde demais, e a perseguição assole a Terra.

Nenhum comentário: