sexta-feira, 17 de abril de 2015

PERDI UM GRANDE AMIGO


Eu perdi um grande amigo
Um amigo mais chegado do que irmão
Eu o amava
O amava como a minha própria alma
Eu sempre desabafava com ele
Ele sempre tinha paciência para me ouvir
Vivi momentos maravilhosos com ele
Momentos inesquecíveis
O seu nome era Maciel
Eu, o Maciel, e o nosso grande amigo, Oséias, éramos amigos inseparáveis.
Quando me mudei da Vila Rubi, comecei a perder o contato com o Maciel.
Quando morava perto de sua casa
Eu sempre lhe contava os meus dramas de cristão
Sempre lhe falava da Bíblia e das coisas de Deus
Esse meu amigo também gostava de animes, videogames, artes marciais e armas.
Infelizmente, com o nosso afastamento um do outro, o Maciel se envolveu com coisas erradas. Ele trilhou um caminho de morte.
O Maciel se tornou num bandido e passou a usar drogas e a matar as pessoas.
O menino bondoso e de bom coração se tornou numa pessoa ruim
Eu acho que Deus quis me poupar disso, quando me afastou do Maciel.
Sempre quando ia para aqueles lados eu passava na rua dele para procurá-lo, mas o Maciel nunca estava em casa.
O meu grande amigo se envolveu com a garota errada e pagou um preço terrível por isso. Um bandido do Primeiro Comando da Capital o jurou de morte.
O Maciel o matou e feriu seu comparsa, mas mais tarde outros bandidos do PCC o capturaram, o torturaram e o executaram.
Infelizmente, esse foi mais um acerto de contas entre bandidos, porque o meu querido e amado amigo, Maciel, era tão bandido quanto eles.
Sabe, eu sempre sonhei em ser um herói e combater o crime, mas nunca imaginei que eu poderia amar tanto um bandido. Eu amava o Maciel. O amava de verdade.
Se eu pudesse teria morrido no lugar dele, só para salvá-lo.
Eu sofreria e morreria no lugar do Maciel
Lamento muito a sua morte, mas ele colheu o que plantou.
Apesar de eu amá-lo tanto, não posso ignorar os crimes que ele cometeu.
Como eu queria que ele continuasse sendo o menino que apenas gostava de desenhos e de jogos de videogame. Um menino de coração bom que amava as pessoas.
Como eu te amava, meu querido amigo.
Eu adorava você, meu companheiro.
Eu teria morrido em seu lugar, meu irmão.
Eu lhe preguei o Evangelho
Não sei se você se lembrou das coisas de Deus e da Bíblia que eu te falava
Não sei se você teve tempo de se converter antes de morrer, meu irmão.
Eu nunca te esquecerei, Maciel. Você sempre estará no meu coração.
Eu te amava mais do que a minha própria vida. Descanse em paz, amigo.

Nenhum comentário: