domingo, 26 de abril de 2015

SALVE-ME, SENHOR DOS EXÉRCITOS!


Onde está Deus?
Cadê o Deus de Israel?
Onde será que o Deus Eterno se escondeu?
Não ouço a sua voz já faz algum tempo
Não sinto mais a sua presença
Será que Deus me abandonou?
Estou abandonado a minha própria sorte?
Ó, Adonai, onde está o Senhor?
Ó, Yavé, onde o Senhor se encontra?
O Senhor se esconderá de mim até quando?
Você me tirou as pessoas que eu mais amava
Por que, o Senhor fez isso?
Por quê?
Achei que tinha encontrado a mulher certa para mim e me enganei
Um grande amigo meu foi assassinado por bandidos
A depressão me assola constantemente
A amargura resseca os meus ossos
O meu sangue se tornou água
Sinto muitas picadas nos meus rins
Os meus cabelos caem cada vez mais
A minha pele enruga
E a minha carne apodrece
Estou como um leproso à beira da morte
Estou em carne-viva como alguém que sofre com o fogo-selvagem
A chama da minha vida está apagada
A luz se tornou em escuridão
As trevas prevalecem
Sou como um escravo rebelde que se rebela contra o seu senhor
Satanás me manda para o tronco todos os dias
Levo chibatadas na alma
A minha alma está dilacerada e sangra muito
Salve-me, Senhor dos Exércitos!
Tenha piedade de mim!
Jesus, Filho de Davi, tenha compaixão de mim!
Estou cego pela dor
Por causa da escravidão do pecado
Estou preso a correntes
Estou aprisionado em um calabouço
No reino onde o Dragão reina
A minha alma está acorrentada
Por favor, Deus Vivo, venha me resgatar!
Com o seu Braço Forte quebre essas correntes
Liberta a minha alma!
Eu estou morto, Jesus Cristo! Venha me dar vida e me ressuscitar dentre os mortos.  

Nenhum comentário: