quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

A FARSA DO RELATIVISMO


O relativismo é um ensinamento extremamente diabólico. Satanás convenceu o mundo e muitos da Igreja de que não existe o certo e o errado, e que se alguma coisa te faz feliz é o que importa. O Diabo sempre tornando o errado em certo, o mal em bem, o profano em santo e o diabólico em "bonitinho". O que importa é fazermos a vontade de Deus, e não se isso nos faz feliz ou não. Quem diz isso é um cara depressivo, com tendência suicida e que sempre se ferrou na vida. É óbvio que eu gostaria de ser feliz e que tudo desse certo na minha vida, mas eu prefiro me ferrar fazendo o que é correto. Eu prefiro levar a pior fazendo o que é certo, do que passar para o lado do Diabo. John Bunyan disse que o ímpio pode encontrar a felicidade no pecado e até ir para a cova feliz, mas um minuto no Inferno fará o ímpio esquecer de toda a alegria momentânea que ele viveu aqui na Terra. Não que eu busque a Deus por interesse para ganhar alguma vantagem em troca (jeitinho brasileiro) ou porque eu tenho "medinho" do Diabo e do Inferno, mas, sim, porque eu busco a Deus por amor. Você, relativista, querendo aceitar ou não, o certo e o errado existem! Você, relativista, querendo aceitar ou não, o bem e o mal existem. Você, relativista, querendo aceitar ou não, Deus e o Diabo existem. Você relativista, querendo aceitar ou não, o Céu e o Inferno existem. Você se recusar a acreditar que o Diabo existe, porque você é um covarde, medroso e cagão, não fará o cara deixar de existir. Você ignorar a existência do Inferno, porque você tem "medinho" de ir para lá, se você morrer sem Cristo, você irá para lá do mesmo jeito, você acreditando ou não. (Filipe Levi)

Nenhum comentário: