sábado, 17 de fevereiro de 2018

A LUTA DA IGREJA E A LUTA DO ESTADO


“Em Efésios 6, quando Paulo fala que a nossa luta não é contra carne e sangue, ele se refere a luta da Igreja, ou seja, que a Igreja não deve se engajar em lutas armadas (Igreja, instituição, ou quer que eu desenhe?). Em Romanos 13, (o autor é o mesmo de Efésios 6, ou seja, ele não era bipolar), Paulo ensina, claramente, que a luta do Estado (que é ministro de Deus) é contra os malfeitores. Como, Paulo, não era bipolar e nem esquizofrênico, ele não tinha uma opinião em Romanos 13 e outra opinião em Efésios 6. Paulo não era pacifista, ele simplesmente disse que a guerra da Igreja é espiritual, e a guerra do Estado é física”. (Filipe Levi)

Nenhum comentário: