sexta-feira, 20 de julho de 2018

ESTRATÉGIA MILITAR (DEVEMOS SEMPRE MANTER O FOCO)


O verdadeiro bandido (gangster) nunca quer chamar a atenção. A última coisa que um bandido de verdade quer é chamar a atenção das autoridades e da mídia. O mafioso (bandido esperto) prefere se infiltrar no Estado por meio da corrupção do que entrar em confronto direto com as autoridades. Assim, como os agentes da Hidra se infiltraram na S.H.I.E.L.D (Marvel), ocultamente, sem ninguém perceber. Assim, como Saga de Gêmeos se infiltrou no Santuário matando o antigo Mestre (Saint Seiya), dando um Golpe de Estado e tomando o poder. Assim, como Sosuke Aizen e seus comparsas se infiltraram no Seireitei (Sociedade das Almas - Bleach) enganando a todos os Ceifeiros de Almas (Shinigamis). Assim, Satanás, o Diabo, faz com a Igreja. Lúcifer sabe que é muito mais eficiente semear o joio no Reino de Deus do que tentar arrancar o trigo. Ele mudou a sua estratégia, ou seja, Satanás sabe que terá mais êxito se tornando "membro" da Igreja do que batendo de frente diretamente. Por meio de heresias, como, por exemplo, Macumba Gospel e Satanismo Gospel (Movimento Batalha Espiritual), Teologia da Prosperidade, machismo, intolerância religiosa, xenofobia, incitação ao ódio contra feministas e homossexuais, politicamente correto, Pacifismo, omissão, conformismo, “paz e amor”, bordões e chavões, e a legitimação da opressão (só contra os mais fracos e indefesos, ou seja, com quem não pode revidar), Satanás tem corroído os alicerces da Igreja. O maior trunfo do Diabo foi convencer o mundo de que ele não existe, porque assim, ele fica livre para fazer o que bem entender, pois ninguém ousará se opor a ele. Satanás usa distrações, geralmente, baseadas na ignorância teológica e no preconceito religioso (legalismo e fundamentalismo) para desviar o foco dos cristãos com coisas secundárias enquanto o Diabo continua destruindo famílias, casamentos e vidas. Os “cristãos” precisam abandonar a sua soberba legalista e arrogância religiosa (parar de arrotar “santidade” e de pregar o falso moralismo) e aprenderem a serem humildes com Jesus. A Igreja precisa de homens de verdade; de homens corajosos, valentes e ousados. De grandes guerreiros que tenham peito e coragem para desafiar o poderio reinante do Diabo e seus anjos. (Filipe Levi)

Nenhum comentário: