quinta-feira, 19 de julho de 2018

O TERROR COMO ARMA (A MAIOR ARMA DOS BANDIDOS)


Quando os Incas enfrentaram os espanhóis, eles foram derrotados por causa do impacto psicológico, porque os Incas poderiam vencer a guerra, mas eles não conheciam as armas de fogo e nem os canhões, e com isso eles ficaram assustados, entraram em desespero e foram derrotados. Quando Hyoga de Cisne lutou contra o gigante Dócrates (irmão de Cássios), o cavaleiro de Cisne se lembrou do ensinamento de seu mestre (Mestre Cristal), que homens muito grandes têm pernas muito frágeis e com isso, Hyoga, causou um grande impacto psicológico em Dócrates e com a ajuda de Shun de Andrômeda e de Seiya de Pégaso, venceram o gigante. Saitou Hajime disse para Kenshin Himura que Makoto Shishio conquistou o espírito das pessoas (do povo), por isso, ninguém ousava desafiá-lo e se opor ao seu domínio. Os bandidos, os terroristas e os ditadores usam o medo e o terror como armas para poder subjugar e oprimir os mais fracos que tem o seu espírito, conquistado, subjugado e dominado por eles. Desde a Antiguidade que o Diabo e seus anjos usam o medo para conquistar o mundo. Durante a Idade Média, esse medo foi intensificado por meio dos horrores praticados pela Inquisição. Satanás, o Diabo, faz isso com a Igreja hoje também, ele a controla e a domina por meio do impacto psicológico. A maior arma dos bandidos, dos terroristas e dos ditadores sempre foi o medo. (Filipe Levi)

Nenhum comentário: